Casal é amarrado dentro de casa durante assalto e bandidos levam R$ 49 milhões em criptomoedas

Em julho deste ano, a Polícia do Canadá emitiu um alerta para investidores de criptomoedas. Segundo o comunicado, existe uma “tendência emergente na qual grandes investidores de criptomoedas estão sendo roubados em suas próprias casas”.

Um homem de 34 anos foi preso no Canadá após se passar por policial, invadir a casa de um casal e roubar US$ 10 milhões em criptomoedas. De acordo com a mídia local, Jin Da Xing e seus cúmplices invadiram a residência para executar um plano brutal.

As autoridades alegam que os suspeitos armados entraram à força na casa, alguns disfarçados de polícia, e uma mulher e um homem que viviam na residência foram agredidos, amarrados e detidos durante várias horas.

O incidente, que ocorreu em 13 de setembro de 2022, deixou a população local em estado de alerta. De acordo com a Polícia Real de Montada do Canadá (RCMP), os criminosos, armados, agrediram o casal, mantendo-os reféns enquanto roubavam uma fortuna em criptomoedas, estimada em R$ 49 milhões, além de itens de luxo.

As acusações contra o suspeito incluem arrombamento e invasão, roubo com arma, carcere privado, uso de imitação de arma de fogo, extorsão, e agressão, refletindo a gravidade do crime. Notavelmente, ele também é acusado de personificar um policial.

Atualmente detido, Xing aguarda sua audiência no Tribunal Provincial de Richmond marcada para 6 de dezembro. Felizmente, apesar do trauma, o casal não sofreu ferimentos graves.

Polícia do Canadá faz alerta para investidores de criptomoedas

Em julho deste ano, a Polícia do Canadá emitiu um alerta para investidores de criptomoedas. Segundo o comunicado, existe uma “tendência emergente na qual grandes investidores de criptomoedas estão sendo roubados em suas próprias casas”.

Embora não tenham revelado detalhes, as autoridades informaram que atenderam diversos casos do tipo no último ano e as quantias roubadas envolvem “grandes montantes”.

“Parece que alguém está mirando essas vítimas em busca de criptomoedas, e acreditamos que esse aviso público é necessário no interesse da segurança pública”, disse Gene Hsieh, sargento da RCMP.

O número de casos pode ser ainda maior, dizia o comunicado, explicando que algumas vítimas podem não ter denunciado os roubos. O pedido é que tais crimes sejam informados, já que podem contribuir para as investigações.

Comentando sobre os casos, a polícia afirma que os ladrões se passam por entregadores ou autoridades para obter acesso às casas das vítimas. Uma vez dentro, os criminosos forçam os investidores a fornecerem acesso às suas criptomoedas.

“Os suspeitos parecem saber que as vítimas investem pesado em criptomoedas, sabem onde moram e as estão roubando em suas próprias casas”, disse a polícia.

Embora a onda de crimes contra investidores de criptomoedas esteja acontecendo no Canadá, nada impede que pessoas de outros países tomem precauções.

Em março deste ano, por exemplo, um magnata das criptomoedas foi assaltado em Bali, na Indonésia, perdendo R$ 1,5 milhão. Na ocasião, um dos bandidos fingiu ser um policial para conseguir entrar casa da vítima sem grande esforço.

Segundo a Polícia do Canadá, se você é um investidor de criptomoedas, cuidado com o que posta nas redes sociais e fique atento a ‘visitas inesperadas’.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Vinicius Golveia
Vinicius Golveia
Formado em sistema da informação pela PUC-RJ e Pós-graduado em Jornalismo Digital. Conhece o Bitcoin desde 2014, atuando como desenvolvedor de blockchain em diversas empresas. Atualmente escreve para o Livecoins sobre assuntos de criptomoedas. Gosta de cultura POP / Geek. Se não estiver escrevendo notícias relevantes, provavelmente está assistindo alguma série.

Últimas notícias