Coinbase escolhe Goldman Sachs para preparar IPO

Goldman Sachs vai preparar oferta pública inicial da Coinbase

Siga no

A maior corretora de criptomoedas dos Estados Unidos, a Coinbase, escolheu a Goldman Sachs para preparar sua oferta pública inicial (IPO). De acordo com a Reuters, depois de a corretora pedir à Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) para realizar sua IPO, a empresa supostamente contratou a Goldman Sachs para coordenar a oferta publica. A Coinbase é a primeira corretora dos EUA a abrir o capital.

Goldman Sachs Group é uma das maiores empresas globais de banco de investimento, gestão de valores imobiliários e de investimentos, ela fornece uma ampla gama de serviços financeiros para uma base de clientes substancial e diversificada que inclui corporações, instituições financeiras, governos e pessoas físicas com patrimônio líquido elevado.

A Coinbase começou a planejar sua IPO em julho. Naquela época, a corretora de criptomoedas pretendia fazer uma listagem direta, em vez de IPO. Ainda não está claro qual o caminho que a Coinbase seguirá em sua estreia na bolsa de valores.

No dia 18 de dezembro a corretora anunciou que havia protocolado uma minuta de registro na SEC. A empresa tem mais de $ 25 bilhões em ativos custodiados e 35 milhões de usuários.

Em 2018 a Coinbase foi avaliada em US$ 8 bilhões, de acordo com a Messari, a empresa poderia ser avaliada em US$ 28 bilhões após abrir seu capital:

“A empresa mudou recentemente seu conselho de administração e contratou o analista de risco Marc Andreessen, o veterano do Google, Gokul Rajaram, e a ex-CFO da Cisco, Kelly Kramer, isso parece ser o estágio final de preparação para uma IPO que pode resultar em uma avaliação de US $ 28 bilhões.”, disse a empresa.

A corretora americana FTX listou ações da Coinbase em forma de Tokens: CBSE, que pode ser comprado por usuários como um contrato pré-IPO. Os contratos “representam contratos futuros cujo valor está vinculado à capitalização de mercado de uma ação da Coinbase Inc”.

Após a listagem, o CBSE atingiu US$ 300 por ação em um certo momento, fazendo a avaliação da Coinbase atingir US$ 75 bilhões com suas 250 milhões de ações.

A avaliação da empresa é vista por alguns como exagerada, levando em conta que a empresa não tem lucro superior a US$ 1 bilhão por mês.

Ainda não está claro o quanto a empresa de fato vale, mas investidores e corretores do mercado de ações tradicionais avaliam a Coinbase por pelo menos US$ 20 bilhões.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.
Roberto von der Osten, da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT)

Bitcoin é inevitável, diz sindicalista da CUT

O sindicalista Secretário de Relações Internacionais da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Sistema Financeiro (CONTRAF-CUT), Roberto von der Osten, disse em um programa de...

Axie Infinity não pagará mais jogadores iniciantes

Axie Infinity ainda é um dos grandes sucessos dos jogos blockchain, representando uma oportunidade para muitos conseguirem ganhar enquanto jogam. No entanto, novas mudanças...
Bitcoin e criptomoedas em ETF

NASDAQ indica que ETF de Bitcoin pode ter sido aprovado, preço dispara

Os investidores de Bitcoin tem aguardado ansiosamente por uma possível aprovação de um ETF de Bitcoin, o que poderia fazer o preço do ativo...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias