Coreia do Norte continua roubando criptomoedas de corretoras, diz ONU

País continua com ataques sofisticados

-

Nos siga no:
Kim Jong-un, líder da Coreia do Norte. Imagem: Agência Brasil

A Coreia do Norte investe cada vez mais em ciberataques direcionados a bancos e corretoras de criptomoedas ao redor do mundo. É o que diz um novo relatório da ONU (Organização das Nações Unidas) sobre o país, divulgado no começo do deste mês.

Segundo o documento, produzido por especialistas em cibersegurança, a nação liderada por Kim Jong-un continua usando hackers para roubar ativos digitais de exchanges por meio de ataques “de baixo risco, alta recompensa e de difícil detecção”.

Ainda de acordo com o documento, esses ataques criminosos “resultam em perdas monetárias às empresas e organizações e proporcionam receita ilícita ao país, em violação a sanções financeiras” internacionais.

Esses ativos digitais adquiridos de forma ilegal seriam usados pela Coreia do Norte para fortalecer ainda mais o regime e burlar pressões e sanções internacionais impostas por outros países.

Outro estudo publicado no ano passado revelou que o país asiatiaco pode ter mais de US$ 700 milhões em criptomoedas.

Coreia do Norte orientou palestrantes a falar sobre lavagem de dinheiro com criptomoedas

Segundo o relatório, em abril de 2019 o país realizou uma conferência internacional de criptomoedas em Pyongyang, capital da República Popular Democrática da Coreia do Norte.

Complexo de tecnologia de Pyongyang. Imagem: korea-dpr.info

No encontro, que reuniu especialistas de vários países para discutir tecnologia blockchain e ativos digitais, os participantes foram orientados pelos organizadores a falarem sobre uso de criptomoedas “para lavar dinheiro”.

Diversos contratos teriam sido formalizados durante a conferência.

País continua com ataques sofisticados

O relatório ainda cita que o trabalho dos hackers do país está cada vez mais sofisticado. A afirmação foi baseada em análises de atques virutais feitos pelo Lazarus Group, formado por hackers norte-coreanos conhecidos por suas investidas contra bancos internacionais.

Uma das investidas do grupo ocorreu em outubro do ano passado. Naquele mês, o Lazurus criou uma empresa falsa com design profissional para distribuir uma plataforma gratuita de negociação de criptomoedas, denominada JMT Trader.

Esse JMT Trader, que é uma versão de um software chamado QT Bitcoin Trader, tinha um malware que infectava computadores e redes sociais.

Coreia do Norte tentou roubar dados de membros da ONU

Segundo revisão feita pelo The Wall Street Journal, o relatório também diz que a Coreia do Norte se envolveu em ataques cibernéticos direcionados à ONU, incluindo o Conselho de Segurança da entidade.

Essas investidas, de acordo com o jornal, envolveram phishing, um tipo de ataque virtual projetado para roubar dados das pessoais por meio de e-mails, telefonemas ou mensagens de texto.

Quer receber novidades no e-mail? Assine nossa  Newsletter.
Anúncio

Bitcointrade - 95% dos depósitos aprovados em até 30 minutos!

Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos!

Complete seu cadastro em 5 minutos!
Lucas Gabriel Marins
Lucas Gabriel Marins
Jornalista desde 2010. Escreve para Livecoins e UOL. Já foi repórter da Gazeta do Povo e da Agência Estadual de Notícias (AEN).

Escreva seu comentário:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Censura é proibida pela Carta Magna no Brasil

O papel do Bitcoin em meio à discussão sobre censura nas Internet

Recentemente uma grande discussão sobre a “censura” nas redes sociais vem tomando conta de diferentes plataformas, principalmente nos EUA e no Brasil, onde certas...
Máquinas de mineração de Bitcoin da Bitmain

Programa de certificação da Bitmain será expandido

A mineração de Bitcoin é uma atividade essencial da rede, que garante o funcionamento da rede e segurança. Uma das principais empresa do mercado...
Apresentador Ratinho

Empresa suspeita de pirâmide diz que vai aparecer em live do Ratinho

Uma possível pirâmide financeira que tem prometido rendimentos garantidos aos clientes afirma que irá aparecer em uma live do apresentador Ratinho, do SBT. A...
Golpe com criptomoedas

Golpistas usam nome da Forbes para realizar fraudes com criptomoedas

Os golpes dentro do criptomercado continuam acontecendo em diferentes plataformas. Geralmente eles utilizam um nome reconhecido para validar alguma plataforma suspeita e que rouba...

China aprova lei que garante direito de receber herança em criptomoedas

Atualmente o criptomercado está em constante evolução e isso vem gerando discussões sobre vários fatores relacionados a como as criptomoedas podem ser gerenciadas. Recentemente,...