Corretora de criptomoedas Cryptopia hackeada pela segunda vez, 180 mil dólares roubados

-

Siga no
Anúncio

Quinze dias depois do hack na corretora de criptomoedas Cryptopia, em 14 de janeiro, hackers que roubaram mais de US $ 16 milhões da empresa voltaram. De acordo com um artigo publicado pela Elementus hoje, 29 de janeiro, os criminosos começaram a retirar dinheiro das carteiras da corretora ontem.

A Elementus havia alertado alguns usuários da Cryptopia sobre as vulnerabilidades das carteiras na plataforma, eles previam um segundo ataque. Infelizmente, quase 2000 dessas mesmas carteiras foram afetadas desta vez, e mais 5000 foram limpas no primeiro ataque.

De acordo com o relatório de hoje, os hackers transferiram os fundos em criptomoedas para um endereço de carteira diferente antes de finalmente transferirem todos os fundos roubados, totalizando 180 mil dólares, no primeiro ataque foram 16 milhões de dólares.

Anúncio

A Polícia da Nova Zelândia está envolvida no caso, mas nenhuma informação tangível foi encontrada sobre o paradeiro dos criminosos ou qual o progresso nas investigações. De fato, é um caso difícil, como eles declararam. Os hackers devem estar muito confiantes sobre suas atividades para voltar no mesmo lugar e passar um dia inteiro drenando fundos da corretora.

Os ataques que acontecem nas corretoras de criptomoedas se tornaram comuns apesar do mercado em queda. Mesmo em 2018, houveram ataques notáveis como o famoso MT.Gox que fez a empresa falir. É triste que esta tendência acompanhe a indústria neste ano novo, e é provável que continue.

Jornais locais afirmam que mais de 40 usuários enfurecidos invadiram o escritório da Cryptopia exigindo devolução do dinheiro. Mas não foi relatado se algum reembolso foi realizado para qualquer usuário.
A Elementus concluiu que a Cryptopia não tem mais as chaves privadas para as carteiras Ethereum que os hackers roubaram. Eles também afirmam que os usuários da plataforma continuaram depositando fundos em suas carteiras Ethereum, mesmo depois do primeiro hack.

Então, aproveitando o momento para lembrar que: Exchange não é carteira.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Mateus Nunes
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Analista de Sistemas, aprendiz e entusiasta de criptomoedas e blockchain. Sugestão de pauta: [email protected]

Leia mais

Corretora de Bitcoin e criptomoedas Binance

Site da Binance é banido na Rússia

Nesta última quinta-feira, 24, o site da Binance (maior corretora de criptomoedas do mundo) foi bloqueado e colocado na em uma lista negra da...
Iphone da Apple (Bitcoin)

Spotify, Epic Games e Tinder se unem contra Apple

Um grupo de empresas está se reunindo contra a App Store, pois sua política tem sido considerada injusta. Dessa forma, empresas como Spotify, Tinder...

Rússia propõe prisão e multa para quem não revelar transações com bitcoin

O Ministério das Finanças da Rússia ainda está em uma “guerra” contra o mercado de criptomoedas. Dessa vez, o Mistério da Rússia propôs uma...

Últimas notícias

Spotify, Epic Games e Tinder se unem contra Apple

Um grupo de empresas está se reunindo contra a App Store, pois sua política tem sido considerada injusta. Dessa forma, empresas como Spotify, Tinder...

Rússia propõe prisão e multa para quem não revelar transações com bitcoin

O Ministério das Finanças da Rússia ainda está em uma “guerra” contra o mercado de criptomoedas. Dessa vez, o Mistério da Rússia propôs uma...

Startup lança simulador gratuito de negociação em criptomoedas

A BitPreço, primeiro marketplace de criptomoedas da América Latina, acaba de lançar um simulador de negociações. O objetivo, ao criar a nova plataforma, é...