Corretora de criptomoedas pausa saques e anuncia fim das atividades

Apesar do fechamento da OPNX, os empresários que criaram 3 empresas que faliram aparentemente estão migrando para uma quarta corretora, desta vez supostamente descentralizada.

Fundadores de duas plataformas de criptomoedas que faliram e desapareceram com as criptomoedas dos clientes em 2022 decidiram abrir uma nova corretora no ano passado. Agora, a nova corretora anunciou o fim de suas atividades e vai, mais uma vez, travar saques dos investidores.

Está é a situação da OPNX, a corretora de criptomoedas criada pelos fundadores da falida Three Arrows Capital (3AC), que anunciou seu encerramento, um ano após o início de suas operações. A notícia foi divulgada por meio de um e-mail aos usuários, que também foi compartilhado no Twitter/X.

A corretora informou aos usuários que suas operações seriam finalizadas em fevereiro, instruindo-os a liquidar suas posições até esta quarta-feira (7).

Além disso, os usuários foram aconselhados a baixar seus dados históricos e sacar todas as suas criptomoedas até o dia 14 de fevereiro. Após esta data, a funcionalidade de saque será desativada.

Na mensagem de despedida, a OPNX agradeceu seus usuários pela confiança e garantiu compromisso com um ‘encerramento ordenado das atividades.’

OPNX anuncia fim
OPNX anuncia fim

Mais uma plataforma falida

Os fundadores da 3AC, Su Zhu e Kyle Davies, haviam lançado a OPNX no início do ano passado com uma proposta aparentemente inovadora: ser a primeira exchange de criptomoedas a facilitar a negociação de pedidos de falência, servindo como um suporte para credores de empresas cripto que enfrentaram falências, incluindo nomes notórios como FTX, Voyager, Celsius, Genesis, BlockFi e Mt. Gox.

Zhu e Kyle, colegas de escola, amigos de universidade e ex-funcionários do Credit Suisse, fundaram a Three Arrows Capital em 2012. No entanto, a empresa se tornou a primeira grande empresa de criptomoedas a falir em 2022, perdendo bilhões de fundos de investidores devido ao colapso das criptomoedas Luna e TerraUSD em maio daquele ano.

Mark Lamb e Sudhu Arumugam, cofundadores de outra corretora que desapareceu com dinheiro dos investidores, a CoinFLEX, também estavam entre os criadores da OPNX.

Ela foi inicialmente apresentada como uma reinicialização da CoinFLEX, no entanto, depois que os fundadores da OPNX se envolveram em uma disputa legal com os credores da CoinFLEX, a equipe da OPNX alegou que as duas corretoras eram entidades totalmente separadas.

Enquanto isso, Su Zhu foi preso por violar uma ordem de prisão como parte do processo de falência da 3AC, e uma ordem semelhante foi emitida contra Kyle Davies. Desde então, Zhu foi liberado após três meses de detenção.

A Three Arrows Capital, fundada em Cingapura, gerenciava mais de US$ 10 bilhões em ativos antes de declarar falência durante o período de baixa do mercado de criptomoedas.

Quarta corretora anunciada, desta vez “descentralizada”

Apesar do fechamento da OPNX, os empresários que criaram 3 empresas que faliram aparentemente estão migrando para uma quarta corretora, desta vez supostamente descentralizada e utilizará uma criptomoeda própria, a OX.

Ao criar uma plataforma descentralizada ao invés de uma plataforma que pode ser processada, os fundadores conseguem evitar licenças e autorizações necessárias em numerosas jurisdições, libertando-os de responsabilidades e riscos, ao mesmo tempo que podem sumir novamente com dinheiro dos investidores sem grandes problemas.

Embora a nova corretora, chamada de ox.fun, não tenha afirmado ser sucessora da OPNX, clientes da corretora permanecem confusos sobre os laços entre as duas plataformas. A confusão foi agravada pelos tweets da OPNX no final de janeiro, já que os três últimos pedia aos usuários para criarem conta na ox.fun.

Zhu e Davies disseram que são conselheiros da OX e que “a comunidade OX estará focada na ox.fun”. Vários sites tentaram obter mais informações sobre quem administra o site, sem sucesso, enquanto alguns usuários relatam que os administradores do site afirmam que “não há conexão” entre os dois.

Também não há informações disponíveis sobre conformidade regulatória, levantando ainda mais questões sobre a legitimidade da plataforma.

A nova plataforma está prometendo rendimentos de 200% em depósitos para “concluir missões comerciais diárias”, recompensas por estar no topo das tabelas de classificação e comissão de 69% sobre indicações.

Isso, infelizmente, fez com que muitos usuários abandonassem todos os cuidados e aderissem à plataforma, apesar do histórico dos criadores. Sendo assim, pode ser que em alguns meses teremos a notícia de mais uma corretora que desapareceu com os fundos dos usuários.

💰 $100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Vinicius Golveia
Vinicius Golveia
Formado em sistema da informação pela PUC-RJ e Pós-graduado em Jornalismo Digital. Conhece o Bitcoin desde 2014, atuando como desenvolvedor de blockchain em diversas empresas. Atualmente escreve para o Livecoins sobre assuntos de criptomoedas. Gosta de cultura POP / Geek. Se não estiver escrevendo notícias relevantes, provavelmente está assistindo alguma série.

Últimas notícias