DeFi – Finanças Descentralizadas já valem 500 milhões de dólares

Considerando apenas a rede Ethereum!

Siga no

As chamadas Finanças Descentralizadas (DeFi) já possuem um valor de cerca de U$ 500 milhões, segundo apurou a Binance Research. A empresa destaque no campo é a MakerDAO (MKR), que possui valor de U$ 290 milhões.

Para o mundo financeiro as criptomoedas ainda possuem pouca participação, principalmente em relação ao mercado de ações. Entretanto, o estudo mostra que as finanças descentralizadas estão caminhando, com potencial de crescimento.

O que são Finanças Descentralizadas (DeFi)?

A definição de finanças clássica envolve o estudo de micro e macroeconomia, ou também a ciência da gestão do dinheiro. Entretanto, um novo conceito de finanças tem surgido, sendo relacionada com a criptoeconomia.

Isso porque, na medida em que esta tem crescido, as ferramentas que a circulam também crescem. Certamente as Finanças Descentralizadas (DeFi) se colocam como uma opção a parte da tradicional. A principal rede a trabalhar com este mercado é certamente a Ethereum (ETH), que possui um cenário mais maduro.

O estudo da Binance Research pontuou três fatores de destaque das Finanças Descentralizadas:

  • Transparência e eficiência de preços, pois, estes estão sujeitos à demanda do mercado;
  • Facilidade de acesso e rapidez ao contrair empréstimos;
  • Resistência à censura e imutabilidade.

Segundo um estudo da Binance Research, apesar da crise da Ethereum, a adoção às finanças descentralizadas tem aumentado. Além disso, o valor em Dólar (USD) investido em projetos tem crescido, mesmo com a desvalorização do Ethereum.

Fonte: Binance Research

No período apurado de um ano, o estudo da Binance Research mostra que houve um grande crescimento do setor. O maior crescimento, entretanto, é notavelmente em 2019, período que sucedeu o “inverno cripto”.

10 maiores empresas com soluções DeFi

Além disso, o estudo da Binance Reserch apresentou quem são às dez maiores empresas do setor. A maior empresa é a MakerDao (MKR), empresa que ocupa o TOP 30 do market cap das criptomoedas. Isso porque, cerca de 65% do valor preso em Dólar por essas iniciativas estão em posse dessa empresa.

Dentre as organizações que possuem mais de U$ 10 milhões de valor estão: Compound, InstaDApp, Nuo Network, Synthetix e Uniswap. As demais empresas citadas não ultrapassam essa marca de valor. Cabe o destaque que o estudo considerou apenas a rede Ethereum.

Fonte: Binance Research

Finalmente, mesmo com o aumento da adoção à criptoeconomia, o cenário ainda não é perfeito. Isso porque os riscos ainda são grandes em iniciativas descentralizadas, segundo apurou a Binance Research. Além disso, a liquidez também tem sido um fator de desvantagem frente às finanças tradicionais. Entretanto, os pesquisadores afirmaram que na medida em que o mercado amadurecer, esses riscos serão menores.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Gráfico de preço da Cardano em alta

Cardano líder em número de desenvolvedores? Não caia nessa!

Um estudo de atividades no GitHub, principal repositório do código-fonte das criptomoedas, mostrou a Cardano na liderança nos últimos 12 meses. Os dados foram...

DeFi: três setores de grande potencial

De acordo com dados da Messari, o volume trimestral das Corretoras Descentralizadas (DEXs) no final do segundo trimestre de 2021 foi de R$ 2...
Criptomoeda Tether com sinais vermelhos

Michael Burry faz alerta sobre criptomoeda Tether

O lendário trader Michael Burry compartilhou em seu Twitter que a criptomoeda Tether pode estar no meio da confusão da Evergrande na China. Vale notar...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias