Início Altcoins Ethereum faz aniversário em meio à crise

Ethereum faz aniversário em meio à crise

Notícias boas ou ruins?

-

Ethereum faz aniversário em meio à crise

No último dia 22 de julho a comunidade Ethereum (ETH) comemorou uma data importante para a rede. Entretanto, o aniversário aconteceu em meio à crise que a rede tem passado.

Um dos pontos fundamentais da rede Ethereum hoje está sendo a adoção de sua tecnologia. Além disso, a Ethereum tem tido uma desvalorização grande frente ao Bitcoin em 2019. Por fim, há riscos quanto a segurança da rede Ethereum em ataques 51%.

Ethereum faz cinco anos desde deu ICO (Oferta de Moedas Iniciais)

Certamente a rede Ethereum é uma das mais importantes do criptomercado ainda em 2019. Isso porque, além de ser a segunda maior criptomoeda em market cap, segue tendo grande participação no desenvolvimento da criptoeconomia.

Esta rede possui várias opções que a colocam de forma diferente do Bitcoin quanto tecnologia. O maior desejo dos fundadores da Ethereum, desde seu início, é certamente criar um computador mundial. Para isso, possibilita a criação de contratos inteligentes e aplicativos descentralizados (dApps). Além disso, é possível utilizar esta rede para transações financeiras pelo mundo com o token ETH.

A Consensys, entidade ligada a comunidade Ethereum, comemorou os cinco anos do ICO do Ethereum. Isso porque, com a ação, a Ethereum foi uma das primeiras redes a serem criada com financiamento coletivo pela comunidade. Este financiamento coletivo, conhecido como ICO, é também uma das forças da rede Ethereum.

Além disso, no estudo da Consensys a Ethereum é a segunda maior blockchain em uso por empresas. Ficando atrás apenas da Hyperledger, a Ethereum é uma das maiores do mundo.

Mesmo de aniversário, crise não se afastou da rede Ethereum

O aniversário pode ser uma data importante para lembrar a Ethereum sobre seu projeto, mas não afasta a crise instalada. A moeda está sob forte desconfiança da comunidade sobre a escalabilidade. A proposta da Plasma inclusive tem ganhado força para resolver esse problema.

Entretanto, segundo a Longhash, a rede Ethereum corre sérios riscos de um ataque 51%. Isso porque o hashrate (poder computacional que faz a segurança da rede) caiu 42% desde sua alta histórica (ATH).

Com isso, a rede Ethereum poderia estar seriamente comprometida caso a possibilidade se torne um fato. Cabe o destaque que, segundo a Longhash, o ataque 51% no Bitcoin custaria cerca de U$ 850 mil por hora. Entretanto, na rede Ethereum custaria apenas U$ 100 mil o mesmo período.

Finalmente, a possível falta de segurança da rede, aliado a problemas em resolver a escalabilidade tem forçado uma desvalorização da Ethereum. Frente ao Bitcoin (par ETH/BTC), o Ethereum já se desvalorizou cerca de 46% no ano. Além disso, sua dominância no criptomercado caiu de 11% para pouco mais de 8% em 2019.

---------------------------------------------------------- BitcoinTrade: 95% dos depósitos aprovados em até 30 minutos! Cadastre-se agora! Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos! www.bitcointrade.com.br
Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Anúncio

Bitcointrade - 95% dos depósitos aprovados em até 30 minutos!

Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos!

Complete seu cadastro em 5 minutos!
Anúncio

Nexo

Empréstimos na hora por transferência bancária usando sua criptomoeda como garantia sem vendê-la. Ganhe juros de até 8% ao ano em suas Stablecoins.

Comece agora
Avatar
Gustavo Bertolucci
Entusiasta de criptomoedas, formado em Análise de Dados e BI. Busquei conhecimento em Análise Técnica e Mercado Financeiro, quando me deparei com o Bitcoin e daí em diante venho escrevendo sobre a criptoeconomia e Blockchain.

Veja também

Empresários querem comprar dívida da Unick Forex

Os clientes da Unick Forex receberam nos últimos dias um comunicado de que alguns empresários estariam dispostos a comprar a dívida da empresa. Uma...

Criptomoedas podem substituir o dinheiro até 2030, diz uma das maiores instituições financeiras do mundo

Até 2030, a demanda por moedas alternativas vai aumentar, e as moedas digitais, como o Bitcoin, vão substituir o dinheiro comum. Essa é a...

Investiu R$ 52 mil da rescisão trabalhista na Genbit; não recebe e perdeu apartamento

É um negócio “seguro, confiável e disruptivo” que vai “mudar a sua vida”. Foi o que Antônio* ouviu no início deste ano ao investir...

Essas são as empresas que mais prejudicaram a imagem do Bitcoin no Brasil

Uma pesquisa realizada em um dos maiores grupos sobre Bitcoin do Facebook revelou quais foram as empresas que mais prejudicaram a imagem do Bitcoin...

“Todo dinheiro da Unick está fora do Brasil”, admite líder

Parece que o dinheiro desaparecido da Unick está realmente fora do Brasil, pelo menos é o que revela a líder da empresa, Lucimari Boff....

Digital Goen anuncia fim e coloca a culpa no Bitcoin

A Digital Goen, empresa que prometia rendimentos de 3% ao dia chegou ao fim, de acordo com um comunicado feito pela própria empresa, o...

Escreva seu comentário:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Empresários querem comprar dívida da Unick Forex

Os clientes da Unick Forex receberam nos últimos dias um comunicado de que alguns empresários estariam dispostos a comprar a dívida da empresa. Uma...

Criptomoedas podem substituir o dinheiro até 2030, diz uma das maiores instituições financeiras do mundo

Até 2030, a demanda por moedas alternativas vai aumentar, e as moedas digitais, como o Bitcoin, vão substituir o dinheiro comum. Essa é a...

Investiu R$ 52 mil da rescisão trabalhista na Genbit; não recebe e perdeu apartamento

É um negócio “seguro, confiável e disruptivo” que vai “mudar a sua vida”. Foi o que Antônio* ouviu no início deste ano ao investir...