Notícias

Deputado cria canal para denunciar pirâmides financeiras com criptomoedas

O deputado federal Aureo Ribeiro (Solidariedade – RJ) criou um canal para a denúncia de golpes conhecidos como pirâmides financeiras. O canal funciona através do site oficial do parlamentar. Segundo o deputado, existem vários relatos de casos envolvendo a perda de criptomoedas a partir de golpes planejados por empresas no mercado.

O anúncio do canal exclusivo foi realizado durante a audiência pública que discute uma possível regulação para as criptomoedas no país. Aureo Ribeiro é um dos parlamentares a frente do Projeto de Lei PL 2303/15. Durante a reunião, que aconteceu nesta quarta-feira (16), o assunto foi voltado para programas de milhas aéreas.

“Disponibilizo através do nosso site, um canal de denúncias sobre quem teve problema com pirâmides financeiras em criptomoedas”.

A reunião entre os deputados acontece semanalmente e uma Comissão Especial foi formada para cuidar do assunto. Além de uma regulação para as criptomoedas, a comissão discute também o programa de compra e venda de milhas aéreas no Brasil.

A audiência foi praticamente voltada para programas de milhas aéreas. Todas as semanas os deputados convidam expositores para discutirem sobre assuntos pertinentes a comissão. Na última reunião, as milhas aéreas foram destaque, enquanto que pouco foi falado sobre as criptomoedas.

Investidores denunciam empresas acusadas de golpe

Um pedido de CPI também foi discutido entre os deputados, após várias audiências públicas. A decisão de uma CPI foi proposta como um assunto que merecia atenção além da regulação para as criptomoedas

Nesta Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), uma investigação aprofundada foi sugerida pelo deputado Aureo Ribeiro. O parlamentar recolheu assinaturas para a CPI que vai investigar pirâmides financeiras envolvendo criptomoedas.

A CPI permitirá que golpes que estejam em andamento no mercado recebam uma investigação minuciosa. No site do deputado federal que está recebendo denúncias sobre a temática, Aureo enfatiza que “4 milhões de brasileiros” podem ser vítimas de pirâmides financeiras.

“É assustador o número de informações que estamos coletando. É assustador o número de fraudes que acontecem com pirâmides financeiras.” 

O deputado federal disse em reunião que o pedido da CPI seria protocolado ainda naquela quarta (16). O documento não foi protocolado na câmara porque ainda aguardava assinaturas de outros deputados que ainda não haviam chegado à câmara. Confira a última reunião da Comissão Especial para a regulação das criptomoedas:

Siga o Livecoins no Google News. Curta o Livecoins no Facebook, TwitterInstagram.
Share
Autor:
Paulo Carvalho