Rodrigo Marques erra e fala sobre encerramento do Atlas Quantum em audiência

CEO da empresa respondia pergunta de deputado federal quando falou sobre encerramento do Atlas Quantum de forma equivocada.

Siga no
Rodrigo Marques é CEO do Atlas Quantum

Nesta quarta-feira (25) aconteceu uma audiência pública em Brasília – DF com a presença de Rodrigo Marques dos Santos. O CEO e fundador do Atlas Quantum foi convidado pela Comissão Especial que discute sobre uma regulação para criptomoedas no Brasil.

Durante uma resposta sobre questionamentos dos parlamentares, Rodrigo falou equivocadamente sobre o encerramento do Atlas Quantum. Rodrigo tentou rapidamente reelaborar sua frase, retificando a resposta ao falar sobre a “parada de oferta pública”.

Audiência contou com presença de Rodrigo Marques

Rodrigo Marques dos Santos foi um dos convidados pela Comissão Especial. O CEO do Atlas Quantum foi questionado sobre vários assuntos. As perguntas aconteceram principalmente através de questionamentos do deputado federal Aureo Ribeiro (Solidariedade – RJ).

O deputado carioca queria saber exatamente quanto o Atlas Quantum possui retido em atrasos de saques. Ao reforçar a pergunta sobre esse possível saldo, Rodrigo Marques falou sobre a quantidade de número de pedidos de saques em atraso na plataforma.

Empresário falava sobre CVM quando fez comentário

Sem mencionar a quantidade em Bitcoin na plataforma, Rodrigo acabou afirmando equivocadamente que o Atlas Quantum encerrou suas atividades. O erro ficou claro, e o empresário chegou a gaguejar antes de fornecer o termo correto para aquilo que ele gostaria de dizer. O momento aconteceu quando Marques citava o ofício da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

“Foram mais de quinze mil solicitações de saques desde o encerramento, do pedido de parada de oferta pública da CVM conforme ela mudou de entendimento ao longo do tempo”.

O deputado federal Aureo Ribeiro também entregou dois comunicados de investidores com atrasos em pagamentos para Rodrigo Marques. Os documentos foram entregues por usuários do Atlas Quantum que acompanhava a audiência pública na Câmara dos Deputados.

Rodrigo Marques foi perguntado diversas vezes sobre o saldo em atraso da plataforma Atlas Quantum. Mas, em nenhum momento foi informado o valor real retido pela plataforma. Além disso, Marques não respondeu sobre os possíveis questionamentos realizados por Emília Malgueiro.

A advogada trabalhava na Atlas Quantum até o último dia 12 de setembro de 2019. Segundo Marques, Malgueiro foi desligada da empresa em busca de contenção de gastos. Porém, Emília disse que sua demissão estava atrelada a seu posicionamento diante dos atrasos no Atlas Quantum. A advogada chegou a afirmar que poderia ter “perguntado demais” e por isso foi demitida.

 

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".

Twitter coloca bandeira da Etiópia na hashtag #ETH, Jack Dorsey está tirando sarro do...

Jack Dorsey, o CEO do Twitter é um grande apoiador do Bitcoin, mas ele não parece apoiar tanto assim outras conhecidas altcoins, como o...
Bandeira do Brasil, martelo da justiça e Bitcoin pede

Ex-funcionário pede que justiça procure bitcoins de empresa onde trabalhou

A sexta Câmara do Tribunal Regional do Trabalho (TRT-15), em Campinas, julgou um caso nos últimos dias em que um ex-funcionário pede que bitcoins...
Rapper lança música com Bitcoin escondida em clipe

Rapper lança clipe com R$ 125 mil em Bitcoin escondidos

Um rapper lançou nesta sexta-feira (23) um clipe musical com 0,75 bitcoins escondidos (cerca de R$ 125 mil). As moedas podem ser resgatadas por...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias