Desenvolvedor do Bitcoin abandona projeto: “ano sabático sem data final”

Como herança, por assim dizer, Jeremy Rubin deixa uma das propostas de melhoria mais polêmicas para o Bitcoin. Estamos falando sobre o BIP-119.

Jeremy Rubin, autor do controverso BIP-119, anunciou em suas redes sociais que não estará mais envolvido no Bitcoin. Segundo o próprio desenvolvedor, ele estará entrando em um “ano sabático, sem data final”.

Seguindo, Rubin afirmou que sua saída será tranquila e não um drama como Mike Hearn fez em 2016. Para relembrar, na data Hearn afirmou que estaria deixando seu posto porque o Bitcoin havia falhado.

“Nenhum desejo de fazer um rage quit como Mike Hearn; então não espere um novo obituário do Bitcoin.”

Tendo iniciado seus trabalhos em 2016, Jeremy Rubin ocupou o cargo de desenvolvedor do Bitcoin por mais de sete anos.

BIP-119, uma das propostas mais polêmicas dos últimos anos

Como herança, por assim dizer, Jeremy Rubin deixa uma das propostas de melhoria mais polêmicas para o Bitcoin. Estamos falando sobre o BIP-119.

No início do ano passado, o tema dividiu a comunidade. Enquanto alguns afirmavam que o desenrolar do desenvolvimento do BIP-119 podia até mesmo matar o Bitcoin, outros afirmavam que todo barulho não passava de ignorância.

Contudo, agora este problema não é mais de Rubin. Embora afirme que esteja aberto para responder perguntas, o desenvolvedor do Bitcoin também comentou que estará entrando em férias, sem data para voltar.

“Talvez [seja] óbvio: não estou mais envolvido ativamente no desenvolvimento do Bitcoin. Ainda estou feliz em responder perguntas ocasionais, mas considere-me em um ano sabático sem data final. Nenhum desejo de fazer um rage quit como Mike Hearn; então não espere um novo obituário do Bitcoin.”

Tuíte de Jeremy Rubin sobre sua saída como desenvolvedor do Bitcoin.

Mais um desenvolvedor abandona o Bitcoin

Além da polêmica saída de Mike Hearn, comentada pelo próprio Rubin, diversos outros desenvolvedores já abandonaram o Bitcoin, muitos deles recentemente.

Talvez o maior nome seja Wladimir van der Laan. Sucessor de Satoshi Nakamoto, o mantenedor abandonou o cargo há 5 meses, afirmando que estava “cansado das mesmas discussões, dos mesmos problemas”.

Antes dele, Jonas Schnelli também largou o projeto citando, em outubro de 2021, que “os riscos legais para os desenvolvedores de Bitcoin estão aumentando a cada ano.” Dois meses depois, Samuel Dobson fez o mesmo, afirmando que estaria focando no término de seu PhD.

Por fim, vale lembrar que o Bitcoin é um projeto aberto. Ou seja, qualquer pessoa pode realizar contribuições, que podem ser aceitas ou não, e crescerem conforme ganham reputação. Mesmo que os desenvolvedores dependam de doações, que podem ser menores que salários da indústria, ter o Bitcoin em seu currículo pode abrir várias portas aos mesmos.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias

Últimas notícias