Desenvolvedor que trabalhou com Satoshi Nakamoto conta que poderia ser bilionário

"Eu seria um bilionário agora se não tivesse vendido os 55.000 bitcoins que minerei com meu laptop em 2009-2010", disse desenvolvedor do Bitcoin. Apesar de lamentar não ser um bilionário hoje, Marti disse que não havia contribuído com o projeto achando que poderia ficar rico.

Siga no

Martti Malmi, o primeiro desenvolvedor a trabalhar com Satoshi Nakamoto revelou recentemente que vendeu 50 mil bitcoins há oito anos e por isso deixou de ganhar mais de $ 1 bilhão caso tivesse mantido as moedas até hoje. Em uma série de tweets o contribuídor pioneiro do Bitcoin disse que minerou a moeda digital em seu notebook no período de 2009 a 2010. As moedas, contudo, foram vendidas antes de 2012.

Se tivesse guardado os bitcoins ele seria hoje um bilionário com uma fortuna avaliada em $ 1,257 bilhão. Apesar de se “arrepender” de ter vendido, Malmi disse que a moeda digital é muito mais do que apenas lucro na vida de uma pessoas.

“Eu seria um bilionário agora se não tivesse vendido os 55.000 bitcoins que minerei com meu laptop em 2009-2010. Isso é lamentável, mas, novamente, como um dos primeiros bitcoiners, colocamos em movimento algo maior do que nosso ganho pessoal.”

O desenvolvedor revelou que não vendeu seus bitcoins atoa, o dinheiro ganho com a venda foi usado para largar um emprego que ele não gostava e se mudar para o Japão.

Ele disse ter vendido primeiro 10 mil bitcoins por cerca de $ 15 a $ 30 cada para comprar um apartamento. Após se mudar para o Japão e ficar desempregado, ele teve que vender o resto das moedas para pagar contas.

No Twitter ele compartilhou fotos do apartamento que comprou:

Apartamento Martti Malmi
Apartamento Martti Malmi

Apartamento Martti Malmi
Apartamento Martti Malmi

O legado de Martti Malmi

Malmi teve um legado muito importante na história do Bitcoin. Ele se aproximou de Satoshi Nakamoto em 2009 quando ainda cursava a faculdade. Ele então ajudou a desenvolver a maioria dos novos recursos da versão 0.2 da moeda digital que foi lançada há 11 anos.

O próprio Satoshi Nakamoto publicou um texto agradecendo a contribuição do desenvolvedor.

“Muito obrigado a Martti Malmi por todo o seu trabalho de codificação e por hospedar o novo site e este fórum” – Satoshi Nakamoto

Satoshi agradece Marti
Satoshi agradece Marti

Marti também contribuiu com a adoção da moeda digital, em outubro de 2011 ele ofereceu uma recompensa de mil bitcoins para qualquer pessoa que convencesse uma grande empresa a aceitar a criptomoeda.

Arrependimento e gratidão

Apesar de lamentar não ser um bilionário hoje, Marti disse que não havia contribuído com o projeto achando que poderia ficar rico. Segundo ele, poucas pessoas perceberam que o ativo poderia disparar da forma como está hoje.

Talvez devido à cultura finlandesa, uma mentalidade idealista e uma falta de experiência de vida, nunca pensei muito em ganhar dinheiro.

Aconteceu acidentalmente como um subproduto de Satoshi me pedindo para manter meu nó em execução para que outros pudessem se conectar.

Obrigado, Satoshi.

Satoshi abandonou a comunidade em dezembro de 2010. Marti fez a mesma coisa no ano seguinte, pois acreditava que a criptomoeda descentralizada não precisava mais de sua ajuda:

Obrigado, Satoshi e outros que fizeram do Bitcoin o que ele é hoje.

Que ele traga paz e prosperidade ao mundo. Viva o Bitcoin.

Malmi disse ainda ter alguns bitcoins como poupança. “Não é muito, mas ainda assim bons ganhos ao longo dos anos. Feliz com o desenvolvimento recente”, completou.

Marti finaliza sua série de tuites com 3 lições de vida para a comunidade de criptomoedas, ele diz que embora o dinheiro seja importante “você não precisa ser rico para levar uma vida perfeitamente boa”:

Algumas lições aprendidas:

1) O dinheiro é importante: Quanto mais melhor.

2) Mesmo assim, você não precisa ser rico para levar uma vida perfeitamente boa.

3) Você não vive para sempre. Busque algo maior do que você que traga significado à vida.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.
Roberto von der Osten, da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT)

Bitcoin é inevitável, diz sindicalista da CUT

O sindicalista Secretário de Relações Internacionais da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Sistema Financeiro (CONTRAF-CUT), Roberto von der Osten, disse em um programa de...

Axie Infinity não pagará mais jogadores iniciantes

Axie Infinity ainda é um dos grandes sucessos dos jogos blockchain, representando uma oportunidade para muitos conseguirem ganhar enquanto jogam. No entanto, novas mudanças...
Bitcoin e criptomoedas em ETF

NASDAQ indica que ETF de Bitcoin pode ter sido aprovado, preço dispara

Os investidores de Bitcoin tem aguardado ansiosamente por uma possível aprovação de um ETF de Bitcoin, o que poderia fazer o preço do ativo...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias