Diferença entre Trading Bots e Humanos, confira

Futuro ou presente?

Siga no

A diferença é grande, tanto em relação a capacidade de gerir informações quanto na capacidade de processamento operacional, mas ambos podem ser a diferença entre o sucesso e a falha de uma operação de trades.

Para quem busca realizar uma arbitragem de preços em exchanges, ou mesmo realizar a compra e venda de criptomoedas nas plataformas, uma das soluções mais buscadas no mercado é a de utilizar os Trading Bots.

Para compreender a diferença entre Trading Bots e Humanos de forma clara, no dia 23 de novembro de 2018 o portal Cointelegraph, em parceria com o Cryptohopper, lançou um manual com várias explicações sobre o tema.

No primeiro tema, do qual discorre sobre o que faz os Bots de trade serem tão especiais, é dito que a capacidade dos mesmos de comprar e vender automaticamente com várias técnicas é importante, e podem ser sempre atualizados para evoluir constantemente. Um fato que destacamos é que o mercado das criptomoedas funcionam sete dias por semana sem parar, um humano tem que dormir e comer, o bot não tem essa necessidade.

No tópico 2 é explicado o Como eles sabem o que fazer, e nessa etapa mostra mais uma das vantagens, visto que o ser humano possui o fator emocional nos trades, o Bot apenas executa sem titubear o que foi programado para fazer. Óbvio que isso tem as vantagens e as desvantagens inerentes do processo.

Se os trades Bot são confiáveis ou não é outro tema a ser destacado no manual, que explica que o humano continua a dar as cartas ao algoritmo para que o mesmo realize as operações, e buscar referências e robôs com mínimos erros de programação.

Com a temática da Inteligência Artificial e Machine Learning em vigor no mercado, um dos cenários que podem acontecer é o de Bots superarem a capacidade do Humano de operar e obter lucros, mas até o momento a capacidade criativa do ser humano é a diferença do sucesso e fracasso.

Para criar um Bot de operações é necessário criar uma API de comunicação com Exchanges que permitem este tipo de operações, como a Binance ou a Huobi, e configurar após isso as estratégias em um programa para executar as operações.

Por fim, é importante ao empreendedor saber configurar e programar com qualidade, e antes de iniciar os processos realizar backtests e colocar nas operações apenas uma quantia determinada no Gerenciamento de Risco para evitar perder recursos.

Com esse manual, a Cointelegraph coloca mais elementos ao debate dos Bots em relação aos humanos, a tecnologia a serviço do lucro.

Já existem várias plataformas de operações de Bots, no Brasil inclusive, mas o que podemos dizer até este ponto é que os investidores devem ter cautela, e sempre verificar as informações antes de utilizar quaisquer serviços prontos, a transparência é tudo no mercado das criptomoedas.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Daniel Fraga comendo maça

Pioneiro do Bitcoin no Brasil, Daniel Fraga vira notícia em tabloide inglês

Embora Daniel Fraga seja uma figura conhecida por muitos brasileiros que investem em Bitcoin, sua história também está ganhando reconhecimento em outros países. Desta...
Bitcoin em meio a notas de dólar

Assassinato em SP tem ligação com R$ 200 milhões em criptomoedas

Uma nova morte em São Paulo tem uma suposta ligação com R$ 200 milhões em criptomoedas que sumiram do PCC. A notícia foi dada pela...

Elon Musk faz proposta para McDonald’s aceitar Dogecoin

Após a recente queda do Bitcoin e outras criptomoedas, o McDonald's publicou um tweet nesta segunda-feira (24) perguntando como os investidores estavam se sentindo....
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias