Gerenciamento de risco

Gerenciamento de risco

Sejam muito bem vindos a última seção da nossa série sobre trades para iniciantes, um material livre que planejamos com muita dedicação a fim de explorar muitos conceitos obscuros a quem nunca realizou operações até aqui. Vimos a história das criptomoedas, pontos de atenção, as principais estratégias como hold, swing trade e day trade.

Mesmo com o melhor setup (estratégia de operações) do mundo traçado e levando bons ganhos ao investidor, nunca será garantido que permanecerá assim por muito tempo. O mercado é volátil, faz parte da chamada renda variável e não há lucros que possam ser garantidos por muito tempo. Passar por turbulências inesperadas pode afetar a saúde financeira do investidor, a psicológica e física também.

Trader Morto
Evite chegar nesse ponto!

Afinal não somos robôs , há quem opere com robôs, mais não vem ao caso nesse momento. A sensação de ir bem e depois ir mal em operações é perigosa ao trader e por isso viemos fechar nossa série com o tema mais importante para qualquer operador de criptomoedas: Gerenciamento de Risco.

Quando falamos sobre Gerenciamento de Risco estamos nos referindo literalmente a não passar por situações de estresse e perda de dinheiro além do planejado. O bom trader deve ter em mente várias situações em seu escopo de operações, vamos explorar 5 questões de reflexão básicas:

  1. O montante alocado no investimento me fará falta?
  2. Fará operações com alavancagem financeira (lending)?
  3. A exchange vai estar funcionando no momento em que irei precisar ou estará em manutenção/sobrecarregada/hackeada?
  4. Quanto está disposto a perder na operação, quanto está disposto a ganhar com a mesma?
  5. Stops estão definidos de acordo com a estratégia?

Com as perguntas lançadas, vamos as respostas. Se o montante alocado fizer falta significa que a operação está utilizando recursos alavancados ou mesmo necessários as contas do dia a dia, o que representa alto risco as operações. Operar assim já traz emoção a um ambiente em que ser frio é uma vantagem, ganhar ou perder dinheiro é uma característica dos trades e ainda sim ganhar mais do que perder é a ideia que nem sempre se concretiza.

Alavancar recursos é o mesmo que tomar emprestado de alguém, seja banco, pessoas ou mesmo da exchange, prática chamada Lending. De acordo com Warren Buffet, grande investidor de mercados tradicionais, só há três formas de uma pessoa inteligente quebrar: bebidas, mulheres e alavancagem.

A terceira pergunta é mais para o operador ter uma noção de algo comum no ambiente cripto: várias exchanges ao ter um aumento no volume dos trades simplesmente travam, ficam lentas e uma operação de compra/venda pode se tornar um verdadeiro terror, ao passo que se não há volume de negociações é complicado tomar decisões de análise técnica. Temos um problema sério e recorrente: se não há volume temos nossa análise enviesada, e ao passo que o volume aumentar muito teremos travamentos constantes. Considere isso em suas análises.

Se for hackeada então, seus recursos acabaram e não há mais análise a ser feita, por isso recomendamos manter somente o necessário em exchange para fazer trades, nunca exceda o seu limite. Fique de olho nos canais oficiais das exchanges sobre manutenções programadas e evite entrar em operações nos dias próximos.

O trader tem o desejo de ganhar sempre e a realidade não é bem essa. Irá ter perdas em seu caminho, e perdas devem ser parte da análise. Existe algo chamado relação retorno risco, que significa quanto você está disposto a perder para poder ganhar algo a mais. Eu considero uma boa relação retorno risco quando está disposto a perder em uma proporção 3:1, ou seja, se ganhar ganhará 3 vezes o que está disposto a perder. Se está disposto a perder 5% em uma operação considere ganhar pelo menos 15% na mesma operação seguindo a lógica proposta.

Em miúdos, está disposto a perder 20% do valor do trade para ganhar 5%? Isso é uma relação de retorno risco fadada a falência e se repetir a mesma 5 vezes perdendo estará sem um tostão para continuar a brincadeira, pois terá perdido 100%. Temos que lucrar, então a estratégia de retorno risco de se perder 5% e ganhar 20% já se torna mais viável do ponto de vista teórico, pois ela recompensa o risco corrido, o que significa que o trader estará correndo um risco pouco para um gain (ganhos) longo, e vários loss (perdas) podem ser pagos por bons gains, considere isso sempre. Não vai ganhar todas, mais quando ganhar pagará o prejuízo, nunca se esqueça. Mais essa estratégia de perder 5% e ganhar 20% foi somente para fins didáticos e lembre-se que o Bitcoin em um dia tem uma variação percentual altíssima, conheça o mercado e então monte uma relação retorno risco adequada.

Nossa última pergunta nos remete ao Stop (parada) de uma operação. Existem vários stops o trader tem que saber utilizar para ter a noção do que está fazendo bons negócios e tem o controle da operação. Tipos principais de stop (existem outros):

  • Stop loss: você define um alvo de saída da operação caso o mercado entre na posição contrária a sua estratégia, exemplo se entrou comprando e o mercado só caiu após isso, qual porcentagem você irá perder será definida no stop loss, que é o ponto de saída automático da operação. Lembre-se, o que é ruim pode piorar.
  • Stop gain: o alvo está a frente, assumindo que deseja bater 20% de gain em uma operação e conseguiu, você corre para operar a criptomoeda, até o computador ligar e você entrar na exchange o mercado virou e agora está na posição contrária ao que desejava. Com o stop gain você têm definido o alvo no momento que deseja sair da operação ganhando automaticamente e isso é muito importante!

Com o risco controlado o trader pode ter mais sucesso em suas operações, deve se manter hidratado, bem alimentado, ler notícias gerais do mercado diariamente, acompanhar comunidades sobre as moedas que está investido e ter um portfólio de investimento descentralizado, ou seja, operar em várias criptomoedas e se possível que estejam tentando resolver problemas diferentes. Há moedas para vários setores, procure conhecer melhor o mundo cripto e acompanhe a cotação da maioria das moedas no site Coinmarketcap.

Deixamos por último uma ferramenta muito útil para testar e validar a sua estratégia (isso é chamado de backtest), pois é um site que possui cotação em tempo real do preço das criptomoedas e te dá um valor fictício para operação, fique a vontade para brincar e aprender sem gastar seu dinheiro real: https://coins2learn.com/

Recomendamos o teste de vários setups (estratégias), pode existir setup para dia, outro para noite, um para fim de semana e outro para meio de semana, o detalhe é conhecer e dominar a sua estratégia, conhecer os seus limites e não se esquecer que existe uma vida fora da tela, em um mercado 24×7 tem que ter um stop para descanso também.
Esse material irá se transformar em uma apostila de conteúdo livre, que iremos compartilhar com vocês em breve. Se tiver interesse em receber esse material deixe seu email nos comentários que em breve enviaremos o Pdf. Se quiser receber esse material envie um email para: [email protected] .

Fechamos a primeira série sobre trade do Livecoins e esperamos que esse conteúdo clareie a mente de vários que estão no primeiro degrau do aprendizado, pois mesmo que não faça o que leu aqui com certeza saberá mais como esse mercado se comporta e será provavelmente mais precavido de várias situações.

Já conhece as carteiras de Bitcoin em forma de Hardware? As melhores e mais famosas do mundo são da empresa Ledger, possui suporte a várias criptomoedas, inclusive a tokens Ethereum, acesse o seguinte link e compre a sua agora mesmo com segurança e renome na comunidade Bitcoin Brasil do Facebook: Jr Envios – Ledgers

Link para cadastro na Binance aqui!