El Salvador prepara construção de parque chamado Bitcoin Beach

Movimento Bitcoin Beach continua criando, independente do governo local.

El Salvador deverá mais uma vez inovar com a construção de um parque de ondas, que será batizado como Bitcoin Beach. Para quem não conhece o movimento Bitcoin Beach, é importante destacar que este foi o berço da adoção da moeda digital em El Salvador.

Localizado em El Zonte, a própria população, de forma independente de qualquer governo, começou a aceitar Bitcoin em pagamentos.

Seja em transações nas cabanas da praia, até mesmo em pagamentos por serviços locais, essa remota comunidade tornou o Bitcoin sua moeda legal.

Após todo esse movimento se tornar conhecido, o governo de El Salvador, na figura de seu presidente Nayib Bukele, capitalizou a adoção de seu país a essa tecnologia, tornando a moeda digital de curso forçado no país. Apesar de este ser um importante movimento, o berço dele continua se destacando pela sua independência.

Parque de ondas chamado “Bitcoin Beach” será o primeiro da América Central

Apesar de pequeno, El Salvador é conhecido por praticantes do surf em todo mundo por suas belas praias, que dão acesso a esse esporte que chegou até nas últimas olimpíadas em Tóquio.

Mas o pequeno país verá em breve a construção de um parque de ondas para essa prática ficar ainda melhor para os surfistas que forem até o local. Com essas piscinas, surfistas profissionais e amadores podem pegar ondas e treinar suas habilidades.

O que chamou atenção neste anúncio é justamente o parque de ondas ter o nome Bitcoin Beach, uma clara homenagem aquelas pessoas que começaram a aceitar a moeda como pagamento antes que o governo local colocasse suas mãos no setor.

Além disso, o perfil do movimento embrionário de aceitação de Bitcoin em El Salvador anunciou que esse projeto tornará o país um polo de turismo para a prática do surf, que já é forte com o movimento Surf City.

Surf e Bitcoin

Os surfistas pelo mundo já começam a observar o Bitcoin como uma opção viável de pagamentos, como o lendário Kelly Slater, um dos maiores dos Estados Unidos e que já observa este setor de perto.

E a relação do Bitcoin e o Surf vai muito além dessas inovações, com conceitos de comunidades, contracultura e principalmente de liberdade enraizadas no setor. Não atoa, esse novo empreendimento da Bitcoin Beach chama atenção para iniciativas da comunidade local, independente do governo.

Para o surfista e P2P de Bitcoin no Brasil Henrique Milazzo, as piscinas de ondas são muito promissoras como um complemento do treinamento para surfistas e simpatizantes, principalmente em dias que ondas do mar não estão legais e até em horários noturnos.

Apesar de não substituir as ondas do mar, ele acredita que este ambiente é uma “academia para surfistas”. Milazzo lembra que foi surfar em 2019 em El Salvador e em estabelecimentos que consumiu ele perguntou se os locais aceitavam Bitcoin como meio de pagamento na ocasião, então ele considera que fez parte desse movimento de transformação do país.

Por fim, a chegada da piscina de ondas em El Salvador, fica claro que surfistas bitcoiners agora terão um destino para treinar suas habilidades com pagamentos em um sistema moderno e independente.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias