Elon Musk pode ser investigado pela SEC após compra de bitcoins

A Tesla comprou aproximadamente US$ 1,5 bilhão em bitcoin. Após ter anunciado a compra, o preço do ativo valorizou mais uma vez.

Siga no
Elon Musk Presents SpaceX Plans To Colonise Mars

O criptomercado recentemente ganhou um aliado poderoso: Elon Musk. O segundo homem mais rico do mundo andou fazendo vários tuítes sobre criptomoedas, principalmente a Dogecoin. Além disso, a Tesla anunciou a compra de bitcoins para a sua reserva, fazendo com que o preço do ativo digital tivesse a sua mais recente guinada. Mas isso pode fazer com que o Musk seja um dos próximos alvos da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA, a SEC.

De acordo com o Telegraph, especialistas acreditam que a SEC provavelmente vai investigar se a Tesla já possuía bitcoins antes da intervenção de Elon Musk nas redes sociais, o que elevou o preço dos ativos e pode chegar próximo de ser considerado uma manipulação do mercado.

Após uma série de menções ao Bitcoin nas redes sociais de Elon Musk, o preço do ativo teve um novo rally.

Ainda não se sabe se a Tesla tinha comprado os bitcoins antes dos tuítes de Musk, apesar de um suposto funcionário da empresa ter afirmado há cerca de um mês que a companhia estava comprando os ativos digitais. A SEC já reprimiu Musk anteriormente por ter tuitado sobre as ações da Tesla, inflando o preço dos títulos.

A opinião de que a Tesla e Musk serão questionados pela SEC também é compartilhada por Vitor Constâncio, ex-presidente do Banco Central Europeu. Em uma thread no Twitter ele falou sobre as ações de Elon Musk e sobre como a SEC teria interesse nesse tipo de ação.

“Não foi revelado quando a Tesla fez esses investimentos. Em dezembro Musk disse que a Tesla poderia comprar Bitcoin e isso foi seguido por várias declarações de suporte à moeda digital. O Bitcoin valorizou nesse período e o investimento da Tesla também.”

De acordo com os especialistas ouvidos pelo Telegraph, é justamente isso que a SEC terá interesse de descobrir: Quando a Tesla comprou Bitcoin? Afinal, dependendo do período, Musk poderia ter usado a sua influência nas redes sociais para valorizar o investimento da sua companhia e, de certa forma, as próprias ações da Tesla.

Enquanto não é algo literalmente ilegal, é um tipo de atividade que não é vista com bons olhos pelos reguladores.

A Tesla comprou aproximadamente US$ 1,5 bilhão em bitcoin. Após ter anunciado a compra, o preço do ativo valorizou mais uma vez (como era de se esperar) e em apenas um dia a Tesla lucrou US$ 150 milhões. 

O Telegraph chegou a entrar em contato com a Tesla, que não quis se pronunciar sobre a possibilidade de uma investigação da SEC.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.
Chia SSD

Mineração da criptomoeda Chia pode destruir seu SSD em 40 dias

ChUma nova criptomoeda chamada Chia foi lançada recentemente com o objetivo de resolver problemas conhecidos de mineração. Diferente do Bitcoin, Ethereum e outras moedas, a...
Criptomoeda Ethereum ao lado do Bitcoin

Mineradores de Ethereum estão lucrando mais que os de Bitcoin

Os mineradores de Ethereum estão lucrando mais que os de Bitcoin, de acordo com dados divulgados por um estudo do The Block. A mineração de...
Criptomoeda Bitcoin sobre notas de Dólar dos Estados Unidos

46 milhões de americanos investiram em criptomoedas, aponta pesquisa

O número de pessoas que já compraram criptomoedas nos Estados Unidos tem aumentado nos últimos anos. De acordo com um novo levantamento, 46 milhões...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias