Anúncio
Início Bitcoin Escalabilidade do Bitcoin

Escalabilidade do Bitcoin

Vale a pena abrir mão da descentralização para ter transações mais rápidas e baratas?

-

Escalabilidade Bitcoin
Imagem: pexels .com

A escalabilidade do Bitcoin se refere à discussão sobre a quantidade máxima de transações que a rede é capaz de processar por segundo. É uma questão que é levantada desde os primeiros dias do Bitcoin e todo o tipo de solução já foi proposta.

De forma geral, a escalabilidade da rede é medida de acordo com o máximo de transações por segundo (tps) que a rede suporta. Atualmente, a rede do Bitcoin é capaz de processar 7 tps, enquanto o Visa é capaz de processar mais de 24.000 tps. Analisando apenas esse quesito, de fato, o desempenho do Bitcoin não é muito animador.

Transações por segundo bitcoin vs Visa. Fonte HowMuch
Transações por segundo bitcoin vs Visa. Fonte HowMuch

Dessa forma, naturalmente surge a pergunta, principalmente entre os novatos: E se surgir outra criptomoeda mais rápida e barata que o Bitcoin, com uma tecnologia mais nova? Contudo, na minha opinião, essa é a pergunta errada.

As perguntas certas, poucos se fazem. Qual foi o problema que o Bitcoin veio resolver? O que tornou o bitcoin valioso? Vamos ver as respostas para essas perguntas.

A escalabilidade é um problema para o Bitcoin?

De fato, com o aumento da adoção e o uso do bitcoin por um número maior de pessoas, a escalabilidade da rede pode se tornar um gargalo, o qual limitaria o seu crescimento. Contudo, ainda estamos longe desse momento, e a adoção cresce a largos passos a cada dia.

Transações confirmadas por dia. A escalabilidade é um problema para o Bitcoin?
Crescimento das transações de bitcoin confirmadas por dia. Fonte: blockchain.info

Qual foi o problema que o Bitcoin veio resolver?

A importância da Descentralização

Quando Satoshi Nakamoto criou o Bitcoin, o Visa já fazia 20.000 transações por segundo (TPS), o que era mais do que suficiente. Então, certamente, não foi com o objetivo de fazer mais transações por segundo que o Bitcoin foi criado. Na minha opinião, dois foram os principais problemas que o Bitcoin se propõe a solucionar (além de muitos outros): direito de propriedade e a inflação.

A solução para esses dois problemas somente é possível porque o Bitcoin é descentralizado. Por ser descentralizado, o Bitcoin tem uma grande resistência à censura e regulação.

Mesmo que governos proíbam o Bitcoin, a rede não pode ser desligada. O preço pode despencar, corretoras e negócios serão fechados, mas a rede continuará ali. Transações continuarão acontecendo, simplesmente porque a rede precisa apenas de alguns computadores ligados, validando transações e minerando.

Inflação

Por ser descentralizado, não existe uma autoridade central que pode emitir mais bitcoins. Dessa forma, temos a garantia de que o Bitcoin não sofrerá um abuso monetário como o que ocorre em países como a Venezuela, ou até mesmo no Brasil dos anos 80 e 90, onde os governos simplesmente emitiam mais dinheiro para pagar suas contas.

Inflação do Bitcoin ao longo do tempo.
Inflação do Bitcoin ao longo do tempo.

Direito de Propriedade

Sem dúvida, um ponto fundamental que o Bitcoin veio resolver foi o direito de propriedade. Diferentemente de um saldo em uma conta bancária, se você tem bitcoins, eles são seus. Ninguém pode tirá-lo de você. Você pode enviar para quem você desejar, independente de autorização de uma “autoridade”.

Um banco pode bloquear o seu saldo, ou todo o seu dinheiro. Um banco pode reverter transações ou ainda te dar um saldo negativo. Não que essas características sejam de todo ruins, elas podem ser usadas também para o bem. Contudo, abrem um enorme espaço para abuso de poder, principalmente em países totalitários.

O que faz o Bitcoin ter valor?

O que faz o Bitcoin ter valor não é a velocidade ou o preço de suas transações.

Bitcoin é algo que ultrapassa diferenças culturais, ideológicas, políticas, religiosas, étnicas ou qualquer outra diferença.

Não é mais um dinheiro de nerd do vale do silício. Além de nerds do mundo inteiro, atrai pessoas do mercado financeiro e dos mais variados ramos da indústria. É usado por venezuelanos, chineses, sul coreanos, russos, norte americanos, brasileiros. Atrai milionários que investem milhões ate pessoas humildes que compram poucos satoshis.
É muito mais do que uma moeda rápida ou lenta, é um verdadeiro fenômeno social.

E visa, é um fenômeno social? Nano? Ethereum?

E se surgir uma altcoin mais rápida e barata?

Respondendo de forma simples e objetiva: Se surgir uma altcoin que proponha uma solução definitiva para a escalabilidade, essa solução pode simplesmente ser implementada no Bitcoin. Ou seja, será bom para o Bitcoin.

As altcoins podem se aventurar em novas tecnologias, enquanto o Bitcoin deve ter uma postura mais conservadora e segura. Caso surja algo de bom, nada impede que essa solução seja implementada no Bitcoin, após ser devidamente testada pela altcoin batedora.

Já foram criadas mais de 6.000 criptomoedas, e existem várias que oferecem transações mais rápidas e baratas. Entretanto, nenhuma delas apresenta soluções definitivas.

Ripple

Vamos olhar o caso do Ripple (XRP), por exemplo. Enquanto o Bitcoin é capaz de processar 7 tps, Ripple processa 1.500 tps. Como o XRP pode ser tão mais rápido que o Bitcoin? O principal motivo para isso se da na forma como o consenso da rede é atingido. Consenso é simplesmente o meio como todos os participantes concordam se uma transação é ou não válida. E é isso que limita a escalabilidade do Bitcoin.

Para atingir o consenso, o Bitcoin usa um protocolo chamado Proof of Work (explicado detalhadamente aqui), o qual garante a descentralização e a segurança da rede. No proof of work, qualquer pessoa pode se tornar um full node e validar transações, não é nem necessário ser um minerador. A Ripple, por outro lado, usa um sistema altamente centralizado, no qual uma lista de nós especiais (Unique Node List) simplesmente decidem quais transações são válidas e quais não são.

Proof of Stake

Outras propostas como um novo mecanismo de consenso, Proof of Stake, prometem melhorar a escalabilidade da rede. Contudo, essa solução também coloca em risco a capacidade de manter a descentralização da rede e ainda não foi devidamente testada em grande escala.

O Drama do Tamanho do Bloco

Recentemente, em 2017, surgiu a altcoin Bitcoin Cash, que sugeriu aumentar o tamanho do Bloco para resolver o problema da escalabilidade. Longe de eu querer entrar nesse debate de gigantes, vou simplesmente expor a posição do Satoshi Nakamoto sobre o assunto, em 2010 (tradução livre):

“Quanto maior for o custo de ter um nó, menos nós existirão.”
(The more burden it is to run a node, the fewer nodes there will be.)

Satoshi Nakamoto

De maneira geral, todas as soluções para a escalabilidade abrem mão da descentralização para acelerar e baratear transações.

Vale a pena abrir mão da descentralização para ter transações mais rápidas e baratas?

De forma alguma. Quer fazer transações rápidas e baratas sem se preocupar com a descentralização? Use Visa ou faça uma transação bancária. A proposta e o valor do Bitcoin são outros.

Claro que a escalabilidade do Bitcoin pode vir a ser tornar um problema e um limitador para sua adoção. Contudo, o debate é muito mais amplo do que isso. Mostrar isso é o objetivo desse artigo.

Ainda assim, as transações de bitcoins não são caras. Caso esteja pagando caro, você pode estar gastando mais do que deveria. Não deixe de conferir nosso tutorial sobre como fazer transações baratas com bitcoin.

Soluções como a Lightning Network e o Segwit já foram implementados, a fim de melhorar a escalabilidade da rede. Não acredito que serão soluções definitivas, mas são um passo em direção a solução, sem abrir mão da descentralização, que é o que importa.

Curta nossa página no Facebook e também no Twitterpara começar e terminar o dia bem informado. Cadastra-se também na Newsletter para receber em seu e-mail.
Marcello
Marcello
Escreve sobre a tecnologia, blockchain, investimentos e notícias sobre criptomoedas. Certificado (CBP) pelo CryptoCurrency Certification Consortium (C4).

MAIS LIDOS

Unick Forex: empresa pode ser condenada em novo processo judicial

A empresa Unick Forex está com problemas em pagamentos na plataforma. Esse atraso está fazendo com que usuários procurem a justiça em busca de...

5 motivos mostram que Bitcoin viverá o melhor ano de sua história em 2020

O bitcoin deverá vivenciar um momento histórico em 2020. Para alguns analistas, o próximo ano deverá elevar o preço da criptomoeda para valores jamais...

2 indicadores de Bitcoin que você deveria prestar atenção

Existem centenas de indicadores que você pode utilizar em suas análises de Bitcoin. RSI, MACD, Médias Móveis, Bandas de Bollinger e por aí vai....

Samsung adiciona suporte ao Bitcoin

Sediada em um dos principais países de olho no Bitcoin, a Samsung não poderia demorar a se voltar para a moeda digital. De fato,...

Mais de R$ 70 milhões em bitcoins “somem” da Indeal

Investigações sobre o caso da Indeal revelam que mais de R$ 70 milhões praticamente sumiram das contas da empresa. À justiça, a Indeal alegou...

Unick Forex 2.0? Youtuber vaza imagens de novos projetos da empresa antes de lançamento

Imagens publicadas por um youtuber mostra que a Unick Forex prepara um novo lançamento no mercado. Segundo o canal Denistein, a empresa prepara uma...

Escreva seu comentário:

1Xbit

Unick Forex: empresa pode ser condenada em novo processo judicial

A empresa Unick Forex está com problemas em pagamentos na plataforma. Esse atraso está fazendo com que usuários procurem a justiça em busca de...

5 motivos mostram que Bitcoin viverá o melhor ano de sua história em 2020

O bitcoin deverá vivenciar um momento histórico em 2020. Para alguns analistas, o próximo ano deverá elevar o preço da criptomoeda para valores jamais...