Ethereum dispara 20% e se aproxima de US$ 1.000

A moeda saltou de valor para abrir este novo ano às portas dos grandes US$ 1.000

Siga no

A criptomoeda Ethereum subiu para quase US$ 980 hoje pela primeira vez em precisamente três anos com um ganho diário de 20% e uma capitalização de mercado acima de US$ 100 bilhões.

Depois que o Bitcoin superou a marca dos US$ 34.000, a moeda superou os US$ 800 no início da manhã e então US$ 900 na parte da tarde e agora flerta com os US$ 1.000.

A moeda viu seu índice no par Bitcoin cair significativamente, de 0,04 BTC ($ 1.324) durante setembro para abaixo de 0,022 BTC na semana passada. Hoje, contudo, a proporção teve um de seus maiores saltos, passando de cerca de 0,023 BTC para 0,029 BTC.

A principal razão para a alta da criptomoeda é provavelmente porque o bitcoin está subindo sem nenhuma notícia específica, e os contratos futuros de Ethereum na CME finalmente serão lançados em Wall Street no mês que vem.

Os efeitos disso ainda não estão claros se serão agitados, mas cimenta a posição do Ethereum como uma criptomoeda séria, além de abrir o acesso a uma infraestrutura mais tradicional.

Isso poderia facilitar mais caminhos para os investidores institucionais entrarem no mercado, especialmente se quiserem apostar no crescimento da criptoeconomia.

Uma economia que, de muitas maneiras, tem a plataforma Ethereum como uma parte fundamental por causa de toda a infraestrutura de mercado construída nas finanças descentralizadas (DeFi).

Isso facilita um mercado financeiro baseado em código de protótipo que está fora da jurisdição da SEC ou de qualquer outra pessoa, embora seja globalmente acessível.

Tornando a Ethereum menos ouro e mais o cofre para o seu ouro com bilhões em wBTC armazenados nos muitos contratos financeiros inteligentes em execução na plataforma.

A moeda também pode obter qualidades semelhantes ao ouro à medida que se move em direção a uma rede de Prova de Participação (PoS), quando a inflação é esperada em cerca de 1% ao ano, além das modificações do mercado de taxas que queimam a taxa de rede básica em vez de dá-la aos mineradores ou detentores stakers.

Essas são as duas maiores mudanças que ocorrerão na rede Ethereum, mas as finanças descentralizadas são a maior história que transcende a plataforma e torna a rede muito valiosa para bitcoins, bem como para pessoas que guardam dinheiro em bancos tendo taxas de juros negativas.

Portanto, a moeda saltou de valor para abrir este novo ano às portas dos grandes US$ 1.000 no aniversário do bitcoin.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.

Polícia descobre mineração ilegal de Bitcoin dentro do próprio quartel

A polícia de diversos países continua de olho nas atividades ilegais de mineração que utilizam energia roubada para obter lucros com criptomoedas. Um caso...
Criptomoeda Ethereum mãe do DeFi

Ethereum será atualizado no dia 4 de agosto e se tornará deflácionário

Nos últimos dias os participantes de grupos de criptomoedas têm perguntado se a atualização de uma certa criptomoeda fará a alta do Bitcoin ser...
Mão segurando Bitcoin e bandeira da Malásia

“Clientes da Binance devem sacar fundos imediatamente”, diz CVM da Malásia

A CVM da Malásia afirma que os investidores de criptomoedas devem sacar seus fundos imediatamente da Binance, que receberá medidas coercitivas em breve. A nova...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias