Ethereum pode passar o Bitcoin?

Moeda de Ethereum (ETH) sobre moeda de Bitcoin (BTC).
Moeda de Ethereum (ETH) sobre moeda de Bitcoin (BTC).

Saltando 45% na última semana, o Ethereum está atraindo a atenção de investidores antes da sua migração para Proof-of-Stake (PoS), deixando até mesmo o Bitcoin para trás. Negociado a US$ 1.575, o Ethereum precisa subir apenas 2,3 vezes para passar o Bitcoin e se tornar a criptomoeda número 1 do mercado.

Transformando esta valorização em dólares, o Ethereum precisaria chegar a US$ 3.650. Este é um número bem possível, afinal a moeda já alcançou US$ 4.900 em novembro do ano passado. Contudo, o Bitcoin precisaria ficar estático, o que é difícil de acontecer.

Outro ponto a ser observado é que o Proof-of-Stake (PoS) não é uma tecnologia inovadora. Em 2012, antes mesmo do Ethereum existir, a Peercoin já utilizava tal sistema, e nunca decolou.

The Flippening — A Virada

Chamado “The Flippening”, ou A Virada, tal termo surgiu em 2017 para referir-se a um possível evento futuro onde o Ethereum passaria o Bitcoin em valor de mercado.

Naquela época, a dominância do Bitcoin despencava ligeiramente, chegando a 38,7%, enquanto o Ethereum dominava 31,2% do mercado graças a explosão das ICOs. Entretanto a briga esfriou com a chegada do bear market de 2018, ficando esquecida até então.

Dominância das maiores criptomoedas do mercado. Fonte: CoinMarketCap.

Contudo, agora o Ethereum está prestes a se tornar tudo aquilo que prometeu há mais de sete anos, usar proof-of-stake em vez de proof-of-work. Em tese, isto melhorará sua escalabilidade e usuários pagarão taxas mais baixas, porém outros desafios devem surgir.

Portanto, tal atualização parece ser a maior chance do Ethereum passar o Bitcoin pela primeira vez na história. Para isso, seu preço precisa alcançar os US$ 3.650 (meros 2,3x) e o Bitcoin manter-se estático. A má notícia para os entusiastas do Ethereum é que isso é difícil de acontecer, afinal o bitcoin já começou a subir, ainda que timidamente, no embalo da alta do ETH.

De qualquer forma, Bitcoin e Ethereum não são concorrentes diretos. Enquanto o BTC é tratado como uma moeda e reserva de valor, o Ethereum é considerado como um supercomputador, usado para rodar aplicativos decentralizados, por exemplo.

Então, quem mais tem a temer com a migração para PoS são outras moedas inteligentes, como Cardano (ADA), Solana (SOL) e Avalanche (AVAX), hoje com relevância devido às altas taxas do Ethereum.

Proof-of-Stake (PoS) não é inovador

Embora a migração para Proof-of-Stake (PoS) prometa melhorar a qualidade de vida dos usuários do Ethereum, que pagarão menos taxas, vale lembrar que esta tecnologia não é inovadora, pelo contrário.

A primeira moeda a utilizar PoS foi a Peercoin, ainda em 2012, quando o Ethereum nem sequer existia. Além disso, diversos outros concorrentes diretos do ETH já usam variações de proof-of-stake — e mesmo assim nenhuma desbancou o Ether.

Portanto, é possível que o Ethereum esmague estas blockchains que um dia foram chamadas de “ethereum killers” (assassinas do Ethereum) apenas pela sua reputação no mercado. Contudo, acreditar que PoS será um grande feito, a ponto do ETH passar o Bitcoin, é arriscar demais.

Além disso, conforme investidores estão comprando agora, é provável que aconteça uma grande venda próximo à data da migração. Afinal muitos podem querer realizar lucros, ou então evitar riscos e imprevistos contidos neste novo modelo.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias