“Eu ferrei tudo e deveria ter feito melhor”, CEO da FTX quebra silêncio

SBF afirma que mais de US$ 5 bilhões (R$ 26 bi) em saques foram processados apenas no último domingo (6), mas que sua corretora estava pronta para processar apenas 80% deles devido a uma alavancagem de 1,7x.

Após a Binance desistir da compra de sua corretora, Sam Bankman-Fried voltou às redes sociais na manhã desta quinta-feira (10). Pedindo desculpas, o CEO da FTX mostrou hombridade ao assumir a culpa, mas tanto seus clientes quanto pessoas de fora seguem sem entender alguns pontos.

Como exemplo, SBF afirma que a FTX possui ativos e colaterais suficientes para honrar os saques de todos os clientes. Entretanto, nota que isso não significa liquidez.

“Atualmente a FTX International possui um valor total de mercado de ativos/garantia superior aos depósitos de clientes (move-se com preços!). Mas isso é diferente de liquidez para entrega — como você pode ver pelo estado dos saques. A liquidez varia muito, de muito a muito pouco.”

Nos comentários, clientes perguntam que tipos de ativos são estes. Alguns sugerem que sejam criptomoedas travadas em staking, como Ethereum e Solana. Sobre esta última, mais de 60 milhões de SOL, equivalente a mais de R$ 4 bi, foram retiradas de stake nas últimas 24 horas, podendo incluir saldos da FTX.

Outra hipótese levantada é que Bankman-Fried estaria levando até outros investimentos externos nesta conta, como os direitos de nome da FTX Arena e de equipes de eSports.

De qualquer forma, a FTX estava atuando como um banco, usando o dinheiro de seus clientes para ganhar algum trocado a mais, mas acabou quebrando com saques em massa.

FTX ainda está tentando levantar dinheiro para pagar clientes

Sem conseguir liquidar os ativos mencionados por seu CEO, a FTX agora segue procurando novos investidores que queiram assumir o risco. Após a Binance desistir da compra, Sam Bankman-Fried aponta que há outras conversas em andamento.

“Então, agora, estamos passando a semana fazendo tudo o que podemos para aumentar a liquidez. Não posso prometer nada sobre isso. Mas vou tentar. E dar qualquer coisa que eu tenha que fazer se isso vai fazer funcionar.” comentou Sam Bankman-Fried da FTX. “Há vários players com quem estamos conversando, cartas de inteção, folhas de termos, etc. Veremos como isso termina.”

Na sequência, SBF também assume completamente a culpa e afirma que sua atual prioridade é fazer o certo para os usuários de sua corretora. Um gesto nobre, mas que ainda não é o suficiente para acalmar seus clientes, que só querem sacar suas criptomoedas.

“Me desculpem. Essa é a maior coisa. Eu f#di tudo, e deveria ter feito melhor.”

Finalizando, SBF afirma que mais de US$ 5 bilhões (R$ 26 bi) em saques foram processados apenas no último domingo (6), mas que sua corretora estava pronta para processar apenas 80% deles devido a uma alavancagem de 1,7x.

Por fim, o maior termômetro da situação da FTX é o seu token nativo, o FTT, que também pode estar na conta destes ativos ilíquidos. Com a aparição de SBF, o token chegou a subir 30%, mostrando um pouco de esperança, mas na sequência apresentou um novo recuo.

Quanto a Alameda Research, outra empresa de Sam Bankman-Fried que serviu de estopim para a crise, seu site já foi retirado do ar ainda nesta quarta-feira (9). Sendo assim, SBF comentou que a mesma será encerrando suas negociações.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias

Bitcoin 2024

Últimas notícias