EUA se tornou um pais socialista, é hora de comprar Bitcoin, diz ex-executivo do Facebook

Durante a sua participação no programa ele chamou atenção para o fato de que o Fed dos EUA e o governo como um todo tomou diversas decisões de curto prazo e para inglês ver desde que a pandemia da Covid-10 começou.

Siga no

Como é de se imaginar, a economia no mundo todo está em uma situação complicada. No entanto, para alguns, a situação é mais séria do que muitos imaginam. Esse é o caso de Chamath Palihapitiya, que disse que Os Estados Unidos é um país socialista, mas sem as vantagens e que a única maneira de se proteger dessa situação é comprando Bitcoin.

Palihapitiya foi um dos principais executivos do Facebook e hoje é presidente da Virgin Galactic e CEO da Social Capital, ele é um grande defensor do Bitcoin e vem afirmando há alguns meses que é necessário colocar pelo menos 1% do seu portifólio no ativo digital.

Além disso, ele também defende que o Bitcoin pode alcançar valores exorbitantes, na casa dos milhões, por causa da incompetência do governo em lidar com a atual crise.

Como apontado pelo CryptoPotato, que destacou uma participação recente de Chamath no podcast Unchained, o executivo voltou a defender as suas afirmações e chegou até mesmo a dizer que, agora, os Estados Unidos vivem em um estado de quase comunismo, no entanto, com as desvantagens do capitalismo.

Estados Unidos se tornou um socialismo para idiotas

Durante a sua participação no programa ele chamou atenção para o fato de que o Fed dos EUA e o governo como um todo tomou diversas decisões de curto prazo e para inglês ver desde que a pandemia da Covid-19 começou.

Os EUA fizeram diversas injeções de valores em seu mercado, com vários pacotes de estimulo à economia. No entanto, esses pacotes aumentaram consideravelmente o crédito e o débito do país, que já vinha apresentando sinais de crise.

Segundo o executivo, “Agora o governo dos EUA é responsável por mais de 50% do Produto Interno Bruto do país”.

“Isso essencialmente nos torna um país quase-comunista, um país socialista no mínimo, só que sem os benefícios.

Você ainda tem um custo hospitalar altíssimo e uma educação inútil e exorbitantemente cara.

Então, é o pior tipo de socialismo – o socialismo para idiotas.”

Consequentemente, essa situação acaba fazendo com que os cidadãos comuns acabem na linha de frente caso tudo dê errado. O Bitcoin então, surge como uma importante forma de se proteger do governo e das suas muitas decisões desastrosas.

Recentemente, até mesmo famoso gerente de fundos de proteção, Paul Tudor Jones também passou a apostar no Bitcoin como forma de se proteger.

Se o bitcoin tiver sucesso, quer dizer que muita gente vai sofrer

Chamath Palihapitiya

Um ponto de vista que o executivo levantou é que, caso a sua aposta no Bitcoin a US$1 milhão, muita gente que não comprou o Bitcoin vai sofrer, afinal, isso quer dizer que a economia mundial entrou em um colapso gigantesco.

“Honestamente, se a aposta do Bitcoin der certo, seria algo cataclísmico e destrutivo para o mundo.

Isso teria consequências enormes para muitas pessoas que você conhece e se importa, mas que não estavam comprando Bitcoin como seguro pessoal.”

De acordo com sua opinião, aos poucos a moeda vai ganhar cada vez, mas status de reserva de valor ao invés de se tornar um instrumento de troca para compra e vendas, como inicialmente foi desenvolvida para ser.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.
Casa a venda por Bitcoin negócio imobiliário

Bitcoin vira garantia em negócio para crédito imobiliário pela primeira vez

Ao tentar obter um crédito imobiliário um credor de uma negociação comprovou ter Bitcoin e conseguiu ter seu financiamento aprovado. Muitas pessoas quando vão ao...
Abilio Diniz, empresário e bilionário brasileiro

O3 Capital, que tem Abílio Diniz como sócio, investe em ETF de criptomoedas

Uma empresa que tem Abilio Diniz como conselheiro investiu em criptomoedas via ETF listado na bolsa de valores brasileira. A aquisição foi feita pela...
Pessoa guardando Bitcoin em carteira

Regulação fechando o cerco contra corretoras faz investidores sacarem US$ 2,5 bi em bitcoin...

Após a crescente pressão de regulamentação sobre corretoras do mercado de criptomoedas, investidores de Bitcoin seguem enviando seus saldos para carteiras seguras. A análise foi...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias