EUA tem plano diabólico para zerar dívida nacional com Bitcoin, diz russo

Se a elite financeira americana conseguir convencer seus credores de que ter bitcoins é ainda melhor do que dólares, então, de acordo com o especialista, eles podem começar a trocar um pelo outro, eventualmente arrastando toda a dívida externa dos Estados Unidos para bitcoin.

Siga no

O entusiasmo criado em torno do Bitcoin para o longo prazo não é por acaso, de acordo com um russo especialista em inteligência competitiva. Ele acredita que a popularidade crescente da moeda digital tem um significado oculto.

Andrey Masalovich, disse que a elite financeira global, localizada principalmente nos EUA, “está usando o fundo já existente na criptomoeda mais famosa do mundo para cancelar toda a dívida nacional dos Estados Unidos.”

Masalovich acredita que a fama, assim como a confiança no Bitcoin, é reforçada e estimulada pela elite financeira global que, em sua opinião, quer zerar a dívida nacional dos EUA no futuro.

Nas palavras do russo, o processo de valorização do Bitcoin é um plano “diabolicamente astuto”.

“O Bitcoin existe há mais de uma década, desde seu início, seu preço aumentou muitas vezes, então as pessoas estão começando a acreditar que a criptomoeda é uma maneira confiável de investir.”, disse ele.

Masalovich afirma que os Estados Unidos querem aproveitar a confiança que as pessoas têm no Bitcoin para tentar converter toda a dívida nacional americana na criptomoeda. O preço do Bitcoin sempre subiu e, portanto, muitos estão inclinados a investir nele.

“Enquanto houver demanda por bitcoin, haverá um aumento de valor. No final das contas, os produtos valem exatamente tanto quanto eles estão dispostos a pagar por eles.”

Estados Unidos quer zerar dívida nacional com Bitcoin

De acordo com o Russo, o Bitcoin é uma bolha típica que se enche de dinheiro às custas de quem acredita na alta da moeda. Mas representantes da elite financeira americana estão tentando convencer o maior número de pessoas possível de que comprar uma criptomoeda é um investimento lucrativo.

“Se os credores dos EUA acreditarem na vantagem do Bitcoin sobre o dólar, eles podem eventualmente transferir toda a dívida nacional para a criptomoeda.” Depois disso, disse ele, para cancelar as dívidas, os Estados Unidos terão apenas que derrubar o Bitcoin.

Maslovich está confiante de que os Estados Unidos possuem todas as ferramentas necessárias para isso.

Em sua opinião, usando este plano diabólico, você pode realmente zerar a dívida nacional americana. Nesse caso, apenas pessoas comuns crédulas que compraram bitcoins por um preço inflacionado sofrerão.

Em resumo, se os credores dos EUA acreditam que os bitcoins são melhores do que dólares, eles podem começar a trocar um por outro e, com o tempo, “arrastar” todas as dívidas do governo dos EUA para a criptomoeda. Depois disso, para cancelar as dívidas, os EUA só terão que derrubar o Bitcoin.

Plano diabolicamente astuto

O russo acredita que os Estados Unidos elaboraram este plano diabolicamente astuto e as pessoas comuns sofrerão com ele.

“Com a implementação desse plano diabolicamente astuto, as pessoas mais comuns que têm bitcoins serão as primeiras a sofrer. Eles podem perder somas muito altas, pois muitos entrarão nas “criptomoedas” pelo “hype” quando começar a custar muito dinheiro”, resumiu Masalovich.

A dívida nacional dos EUA é quase igual a todo o produto interno bruto (PIB) do país. O PIB agora está em cerca de US $ 22 trilhões. E de acordo com o Gabinete de Orçamento do Congresso, no final de 2020, a dívida nacional atingiu 98% do PIB. E vai chegar a 100% no primeiro semestre deste ano.

Apesar de a situação parecer ruim, na verdade ela é muito pior, em 2023, a dívida nacional dos EUA chegará a 107% do PIB nacional total e em 2030, ela pode chegar a 109% do PIB, apontam especialistas do aparato do Congresso.

US BEDT CLOCK 04 03 2021
US BEDT CLOCK 04 03 2021

Enquanto isso, outros especialistas americanos argumentam que a dívida nacional dos EUA já ultrapassou US $ 26 trilhões e, portanto, já representa 118% do PIB do país.

Informações deste tipo foram divulgadas em junho do ano passado com referência às estatísticas do Departamento do Tesouro por empresas de televisão americanas, incluindo CNN e CBS.

Andrey Masalovich

Masalovisj é um dos principais empresários da indústria de software da Rússia. Ele foi o Melhor Cientista do ano do país em 1993 por seu trabalho na arquitetura de supercomputadores e foi homenageado por seu trabalho em lógica difusa.

Ele também é fundador da Inforus, um consórcio de TI que visa globalizar o talento de software da Rússia. Ele também já serviu como Tenente Coronel na Agência Federal Russa para Comunicações e Informações Governamentais.

Se a elite financeira americana conseguir convencer seus credores de que ter bitcoins é ainda melhor do que dólares, então, de acordo com o especialista, eles podem começar a trocar um pelo outro, eventualmente arrastando toda a dívida externa dos Estados Unidos para bitcoin.

Andrey Masalovich
Andrey Masalovich

Estados Unidos podem controlar o Bitcoin?

Apesar de o especialista russo ter uma mente bastante fértil e nos fazer pensar “WTF?!”… os Estados Unidos não podem controlar o Bitcoin, assim como nenhum outro governo ou pessoa.

O Bitcoin é uma moeda descentralizada e, portanto, não pode ser “travado” como Masalovisj supõe.

É claro que o governo pode tomar certas atitudes que podem prejudicar o preço da criptomoeda, mas eles não podem zerar o preço do ativo digital.

No fim das contas, portanto, apenas os especuladores e “investidores” seriam prejudicados. Os entusiastas do ativo que o possuem devido aos seus fundamentos permanecerão inertes.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Livecoins
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.

Ethereum será atualizado em 14 de abril, Bitcoin vai comer poeira?

Está previsto para a próxima quarta-feira (14 de abril) a mais nova atualização da plataforma Ethereum. Chamada de Berlin, o update da rede foi...
Ethereum no pano

Ethereum ultrapassa Netflix, Coca-Cola e L’Oreal em valor de mercado

Na manhã deste sábado (10), o Ethereum, segunda maior criptomoeda do mundo em termos de capitalização de mercado, estabeleceu um novo recorde de preço,...
Bandeira da Rússia amassada

Banco central russo deve lançar moeda digital em 2023

Funcionários do Banco Central da Rússia revelaram que estão trabalhando no desenvolvimento do Rublo digital, a moeda digital do país que deve ser lançada...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias