Europeus preferem negociar futuros de Bitcoin na BitMEX

Mercado de futuro de Bitcoin!

Siga no
Futuros de Bitcoin
Futuros de Bitcoin

O mercado de futuros de Bitcoin já possuem várias empresas, mas para os europeus a preferência ainda é a BitMEX. A empresa criada em 2014 por Arthur Hayes, tem visto cada vez mais atividade advinda da Europa.

Nos EUA, empresas como a CME e Bakkt também negociam os derivativos de Bitcoin. O mercado de contratos futuros trabalham com opções de compra e venda de ativos.

Com várias empresas interessadas em trabalhar com este produto financeiro como hedge, é interessante saber o atual comportamento dos investidores. Algumas operações destas costumam movimentar até o preço do Bitcoin em outras corretoras.

Europeus estão operando futuros de Bitcoin na BitMEX quase que o dia todo

De acordo com um levantamento de dados feito pela Skew, os negociantes de futuros de Bitcoin europeus estão presentes na BitMEX. Essa presença foi registrada em turnos da manhã e da tarde.

Com isso, os Europeus foram considerados os principais traders de futuros, dentre os principais do mercado. As outras duas principais regiões a negociarem na plataforma são Ásia e os EUA.

De fato chamou a atenção que durante o turno da manhã os europeus negociam futuros de Bitcoin com os asiáticos. Contudo, durante o período do tarde os asiáticos saem do mercado, sendo a disputa entre os europeus e moradores dos EUA.

Ou seja, os Europeus, de acordo com a Skew, seriam os principais traders da BitMEX durante o dia e tarde. Os dados foram obtidos utilizando a API de fusos horários da BitMEX, que concentrou maior volume da Europa.

Apesar do ânimo com os derivativos futuros de Bitcoin na BitMEX, os europeus não registram grande volume de compra com a moeda Euro. De acordo com dados do Coinhills, o Euro é apenas o terceiro par de compra de Bitcoin no mundo, atrás do Dólar Americano e o Yen Japonês.

Dentro dos EUA, principal mercado ainda é a CME e não a Bakkt

A Bakkt era uma das plataformas mais esperadas pela comunidade de Bitcoin mundial. Um dos motivos que trazia esperança era que essa poderia aumentar a exposição do Bitcoin aos chamados clientes de varejo.

Com alto volume de compra e negociação, estes clientes poderiam aumentar os preços do Bitcoin com suas operações. Entretanto, o volume da Bakkt apesar de ter crescido, ainda não ameaça sua principal concorrente, a CME.

De acordo com análise de Larry Cermak, a CME ainda possui a hegemonia dos futuros de Bitcoin dentro dos EUA. Apesar disso, o volume entre às duas operações diminuiram em novembro, indicando que a Bakkt tem crescido.

O mercado de futuros de Bitcoin na BitMEX, CME e Bakkt são alguns dos mais famosos da comunidade. Apesar disso, regulamentados são apenas a CME e Bakkt, com a BitMEX tendo sua operação sob risco com os governos pelo mundo.

O dólar hoje é ainda a principal moeda a comprar BTC, ou seja, os EUA possuem mais interesse e volume no mercado a vista de Bitcoin.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Investidores confundem “bitcoin gold” com BTG Pactual e moeda dispara 200%

O valor da criptomoeda bitcoin gold (BTG), que surgiu em 2017 como uma cópia do Bitcoin, valorizou 200% nos último 7 dias. O motivo...

XRP sobe 200% em 30 dias e alcança maior valor de 3 anos

A criptomoeda XRP, emitida pela Ripple, continua sua tendência de alta neste final de semana. A moeda digital valorizou 136% nos últimos 7 dias...

Ethereum será atualizado em 14 de abril, Bitcoin vai comer poeira?

Está previsto para a próxima quarta-feira (14 de abril) a mais nova atualização da plataforma Ethereum. Chamada de Berlin, o update da rede foi...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias