Ex-Executivo do Goldman Sachs cita empresas que vão comprar Bitcoin

Adoção institucional do Bitcoin pode ser uma realidade para gigantes em breve, aponta especialista.

Siga no
Executivo aponta para Microsoft e Bitcoin criptomoedas blockchain
Microsoft/Pixabay

Um ex-executivo do Goldman Sachs aponta que a Microsoft e Apple deverão comprar Bitcoin em breve. Esse movimento seria parte do recente movimento de empresas rumo à moeda digital, principalmente nos EUA.

Ao adicionar Bitcoin em suas reservas de valor, várias empresas justificaram receios com bancos centrais. Com os BCs pelo mundo “estimulando” as economias, o medo de um eventual descontrole da inflação tomou conta de investidores.

Esse medo certamente foi positivo para o Bitcoin, que é considerado uma reserva de valor. Muitos não enxergam mais o ouro como a única solução de proteção de capital hoje.

Com a entrada do PayPal, empresas como a Microsoft e Apple não deverão demorar a entrar no mercado de criptomoedas, aponta um especialista.

Ex-executivo do Goldman Sachs aponta que empresas como Microsoft e Apple deverão comprar Bitcoin em cinco anos

O mundo mudou em 2020 para o cenário digital, principalmente após a pandemia da COVID-19. Com a digitalização de produtos e serviços a internet aquece a economia mundial.

Considerada então a moeda da internet, o Bitcoin atravessa um momento espetacular em sua história. Isso porque, com uma adoção institucional sem precedentes, a moeda se tornou alvo de gestores de empresas e investimentos.

Os fundos de investimentos em criptomoedas, por exemplo, tem atraído mais clientes. Além disso, somam altos retornos em um ano que o Bitcoin já valorizou mais de 160% no Brasil.

De acordo com a Forbes, um ex-executivo do Goldman Sachs, Raoul Pal, aponta que adoção do Bitcoin deverá continuar. A entrada de empresas como Microsoft e Apple no Bitcoin inclusive teria data marcada: até 2025.

Ou seja, para o atual gestor da Global Macro Investor, o Bitcoin deve manter a adoção por empresas. O especialista ainda alerta que com a adoção recente de empresas, como a MicroStrategy, Square e PayPal, “o gênio saiu da garrafa“.

Bilionário comentou recentemente que investir no Bitcoin é como ações da Apple no início

Recentemente, como veiculado pelo Livecoins, o bilionário Paul Tudor Jones voltou a falar sobre Bitcoin. Após esse grande investidor ter anunciado a compra da moeda digital, o preço do Bitcoin chegou a disparar.

O Bilionário afirmou que gosta mais do Bitcoin após moeda superar U$ 13 mil. Além disso, falou para a CNBC que comprar Bitcoin hoje é como investir na Apple em seu início.

Ou seja, a medida que o Bitcoin ganha reconhecimento de grandes investidores, o movimento de adoção institucional pode ser natural. É claro que o Bitcoin não é uma ação de uma empresa, mas para investidores de longo prazo é um ativo a ser considerado.

De acordo com a Reuters, os fundos de hedge que adotaram as criptomoedas são destaque no ano. Enquanto fundos como o Vision Hill superam os 126% de alta em 2020, outros fundos que não tem exposição ao Bitcoin sobem no máximo 1,7%. Alguns que não tem Bitcoin no portfólio ainda sofrem duras perdas.

No Brasil, com a renda fixa e variável atravessando um cenário de desafios, o Bitcoin também é um destaque. Outubro foi o mês que o Bitcoin mais valorizou no ano, aponta um levantamento do Valor Econômico. Além disso, foi o segundo maior fechamento mensal da história da moeda, que hoje é cotada acima de U$ 13500 (R$ 77500).

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Bitcoin pegando fogo e bandeira da China

Maior pool de mineração de Bitcoin bane chineses

Nesta segunda, a maior pool de mineração de Bitcoin baniu os mineradores chineses, mostrando que a comunidade deverá acatar a determinação do governo chinês. Na...

“Bitcoin é perigoso e não pode ser reserva de valor”, diz analista do Deutsche...

Uma analista do Deutsche Bank, chamada Marion Labor, falou sobre os perigos do uso das criptomoedas, principalmente o Bitcoin, como uma moeda legal. As...
Cadeado destravado e Bitcoin em caso de baixa segurança dos dados corretoras

ABCripto alerta sobre transações da Gas Consultoria e “Faraó dos bitcoins”

Fruto da colaboração de várias empresas do mercado de criptomoedas brasileiras, a ABCripto emitiu um alerta para as transações feitas pela Gas Consultoria e...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias