Falsos vendedores de Bitcoin roubam R$ 2,9 milhões de vítimas

O golpista que conseguiu ir embora com o dinheiro ainda não foi encontrado.

Siga no

Comprar Bitcoin é algo que deve sempre ser feito com muito cuidado. É muito fácil cair em diferentes golpes durante transações com o ativo digital, principalmente na internet, mas nem mesmo as compras feitas pessoalmente estão livres dos golpistas.

De acordo com o South China Morning Post, dois homens perderam cerca de R$ 2,9 milhões após serem enganados por falsos vendedores de Bitcoin.

No Mercado Livre existe um golpe que geralmente você compra um celular e acaba recebendo um caixa com um tijolo dentro. No caso dos falsos vendedores de Bitcoin, as vítimas receberam nada em troca.

As duas vítimas, um homem de 33 anos e a outro de 31, ambos funcionários de uma casa de câmbio, combinaram a compra de bitcoins em uma loja localizada na famosa região da King’s Road. Os dois foram até lá com o dinheiro para comprar a criptomoeda e se encontraram com dois “vendedores”.

De acordo com uma fonte da polícia, as vítimas entregaram o dinheiro para os vendedores e enquanto um ficou na loja, o outro saiu para pegar documentos necessários para concretizar a transação.

“O dinheiro foi contado na loja, antes de um dos ‘vendedores’ sair do local com o dinheiro para poder realizar ‘procedimentos’ com alguns documentos.”, disse a fonte policial.

Como é de se imaginar, o problema começou quando a pessoa que saiu com o dinheiro começou a demorar demais para voltar e os dois compradores começaram a desconfiar de que algo estava errado.

Quando as vítimas ameaçaram a chamar a polícia, o outro golpista que tinha ficado na loja tentou correr. Ele foi perseguido pelas vítimas e eventualmente foi contido até a chegada da polícia. O golpista, de 28 anos, acabou sendo preso e ainda está sob custódia para interrogação.

O golpista que conseguiu ir embora com o dinheiro ainda não foi encontrado. Ainda de acordo com informações da polícia, a transação foi organizada por um intermediário, o que coloca mais uma pessoa envolvida no esquema.

Transações pessoais de Bitcoin estão se tornando um problema?

Esse caso se junta a outros em que transações de Bitcoin feitas pessoalmente não acabaram bem. Enquanto esse foi um golpe, outros estão até mesmo acabando com extorsão e ameaças. 

Nos últimos meses houve um aumento nesse tipo de caso, onde transações com Bitcoin feitas “cara a cara” acabaram mal.

Com isso, temos uma estatística preocupante que parece aumentar, o da violência física contra quem possui Bitcoin.

Por enquanto esses casos parecem estar mais concentrados na China, mas como sabemos, esse tipo de “criatividade” costuma ganhar adeptos em outros lugares do mundo.

Assim fica o alerta de sempre ter cuidado com venda e compra de Bitcoin, tanto na internet quanto pessoalmente.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

“Bitcoin não me atrai”, diz André Esteves do BTG Pactual em áudio vazado

Um áudio vazado de uma conversa de André Esteves, banqueiro do BTG Pactual, deixou claro a opinião dele sobre o Bitcoin como um investimento. O...
Dúvida sobre o Bitcoin ser caçado pela China

China pode estar planejando cancelar proibição do Bitcoin

A China tem sido um dos países que mais aparece nos holofotes do setor financeiro, seja ele o tradicional ou então o criptomercado. Com...

Alemanha vai leiloar R$ 75,2 milhões em Bitcoin

O leilão de criptomoedas realizados por diferentes governos tem sido algo cada vez mais comum, e desta vez um estado da Alemanha vai leiloar...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias