Fortune lança “Crypto 40” e classifica Ethereum como melhor que o Bitcoin

Segundo a própria Fortune, a revista criou uma metodologia rigorosa em cada uma das categorias avaliadas. Embora não tenha revelado a estrutura completa, por razões competitivas, destacou alguns pontos-chave.

Conhecida pela Fortune 500, lista que reúne as 500 maiores empresas dos EUA, a Fortune lançou uma nova edição voltada para o setor de criptomoedas nesta segunda-feira (10).

Chamada Fortune Crypto 40, a lista é divida em oito categorias: Finanças Centralizadas (CeFi), Finanças Tradicionais (TradFi), Capital de Risco (VC), Tokens não-fungíveis (NFTs), Dados, Infraestrutura, Finanças Descentralizadas (DeFi) e, por fim, Protocolos.

Ethereum aparece no topo da Fortune Crypto 40, desbancando o Bitcoin

Como destaque, a maior surpresa fica para o Ethereum na primeira posição da categoria Protocolos, ficando na frente do Bitcoin, que aparece na segunda colocação.

“Ethereum é de longe a blockchain mais movimentada graças à sua comunidade coesa, que está ansiosa para abraçar todos os tipos de inovação.”

Sobre o Bitcoin, a Fortune destaca que o projeto “é o rei de todos quando se trata de capitalização de mercado e reconhecimento de nome”, mas carece de funcionalidades e recursos encontrados em outros projetos.

Seguindo a lista, Polygon Labs, responsável pela Polygon (MATIC) aparece na 3ª posição. Solana Foundation, responsável Solana (SOL) na 4ª e Offchain Labs, responsável pela Arbitrum (ARB) na quinta e última classificação.

Binance fica atrás da Coinbase em lista da Fortune

Assim como o Bitcoin foi destronado pelo Ethereum, a dominância de mercado da corretora Binance também não foi suficiente para deixá-la no primeiro lugar na categoria Finanças Centralizadas (CeFi), perdendo para a Coinbase.

“A corretora [Coinbase] se autodenomina o cavaleiro branco das criptomoedas e porta-voz da indústria contra a recente repressão às criptomoedas pelo governo dos EUA.”

Sobre a Binance, a Fortune destaca que a corretora de Changpeng Zhao é a maior e mais importante do mundo, mas está enfrentando um intenso escrutínio de reguladores globais.

Finalizando, Kraken, Galaxy Digital e Circle completam a lista de CeFi da Fortune Crypto 40.

Qual a metodologia usada pela Fortune?

Segundo a própria Fortune, a revista criou uma metodologia rigorosa em cada uma das categorias avaliadas. Embora não tenha revelado a estrutura completa, por razões competitivas, destacou alguns pontos-chave.

Como exemplo, a classificação de Protocolos incluiu métricas de “receita relacionada ao protocolo, volume e atividade recentes e segurança.”

Sobre o setor de Finanças Centralizadas (CeFi), a Fortune apontou que “participação de mercado, transparência e reputação da indústria” foram alguns dos critérios utilizados.

Outras categorias da Fortune Crypto 40

Por fim, a OpenSea lidera o ranking de NFTs. Já PayPal aparece na primeira posição de TradFi, batendo gigantes como JPMorgan, Fidelity e Visa.

Enquanto a Chainalysis aparece no topo da categoria Dados, Polychain Capital lidera o ranking de empresas de capita de risco (VCs), deixando nomes como Animoca Brands, Andreessen Horowirtz (a16z) e Pantera Capital para trás.

Uniswap Labs é a primeira em Finanças Descentralizadas (DeFi), seguida por Lido e MakerDAO. Já a Ledger é o destaque do setor de Infraestrutura, seguida pela Genesis Digital Assets e a Bitmain. A lista completa pode ser encontrada no site da Fortune.

💰 $100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias