Gigante chinesa vai investir R$ 374 bilhões em infraestrutura

Modernização da tecnologia na China começa após pressão governamental sobre empresas.

Siga no
Rede em torno do globo, infraestrutura de tecnologia
Rede em torno do globo

Os Estados Unidos (EUA) é referência quando se fala em desenvolvimento de tecnologia de ponta. Contudo, uma gigante chinesa afirmou que irá investir R$ 370 bilhões de reais em infraestrutura.

O audacioso investimento será em computação em nuvem, inteligência artificial e cibersegurança. Além disso, investimentos em blockchain, servidores, redes 5g e até computação quântica estão no radar da gigante.

Conhecida por ser dona do aplicativo WeChat, a Tencent Holdings passará por uma profunda atualização tecnológica. Essa modernização era uma cobrança feita pelo governo chinês em cima das empresas de tecnologia locais.

Empresa Tencent Holdings é uma gigante chinesa da tecnologia
Empresa Tencent Holdings é uma gigante chinesa da tecnologia – Reprodução/flickr

Mirando setor de tecnologia, gigante chinesa irá modernizar infraestrutura

Na última terça (26), um anúncio agitou o mercado de tecnologia asiático. A Tencent Holdings, uma das maiores empresas de tecnologia da China, anunciou o plano de modernizar sua infraestrutura.

De acordo com a Reuters, serão investidos 70 bilhões de dólares, cerca de 370 bilhões de reais hoje. O anúncio foi feito pela Tencent após recentes cobranças do governo chinês, que quer um futuro guiado pela tecnologia.

A China é, de fato, a segunda maior economia do mundo e tem sido destaque no campo da tecnologia. O presidente, Xi Jinping, apesar de ser contra o Bitcoin, é a favor da tecnologia blockchain. Este, inclusive, será um dos setores que a gigante chinesa Tencente irá investir pesado.

China e Bitcoin
China Bitcoin

O responsável por informar a imprensa desse movimento foi o vice-presidente Dowson Tong. A Tencent é referência no mercado de videogames e também por ter feito o aplicativo WeChat, espécie de “WhatsApp chinês“, que conta com outras funcionalidades além da conversa, inclusive pagamento de boletos.

Tencent Holdings é uma das maiores empresas do planeta, destaque chinês ao lado do Alibaba

As empresas chinesas têm buscado um maior espaço no mercado de tecnologia. Atualmente, soluções de ponta ainda são ligadas ao mercado dos Estados Unidos, com grandes empresas nesse setor como Microsoft e IBM, por exemplo.

Mas as chinesas Huawei, Alibaba e Tencent têm buscado abrir caminho para o desenvolvimento. No último mês, a Alibaba já havia informado que irá realizar um grande investimento de 149 bilhões de reais, também em infraestrutura.

Isso porque o governo chinês quer implementar tecnologia para avançar ao futuro, sendo o meio digital fundamental para a estratégia do país. A pressão sobre as gigantes do setor foi ficando grande e os anúncios de investimentos e vieram após isso, destaca a Reuters.

Para construção de cidades inteligentes, é necessário investir em infraestrutura
Para construção de cidades inteligentes, é necessário investir em infraestrutura

Com retração no PIB em 2020, a China aposta na tecnologia para voltar a crescer como fez nos últimos anos. Esses investimentos das empresas em infraestrutura deverá voltar a aquecer o PIB do país em meio a pandemia do novo coronavírus.

China altera suas políticas econômicas e não vai dar mais atenção a exportações, mas a mercado interno

Além da clara busca por avanço na tecnologia, a China anunciou mudanças na política econômica. Em meio a pandemia e a Guerra comercial com os Estados Unidos, a China anunciou que vai dar prioridade ao mercado interno.

China digital
China

Na prática, isso significa que deverá diminuir as exportações. Isso porque, o presidente chinês afirmou que no novo plano de desenvolvimento, o mercado interno terá o papel principal.

O novo posicionamento do país asiático poderia ser uma resposta aos posicionamentos públicos dos Estados Unidos. Caso seja implementado com pulso firme, alguns analistas acreditam que a China poderia até se distanciar do mundo ocidental, segundo a Sputnik.

Até o fim de 2020, a China espera criar pelo menos 9 milhões de empregos. Com isso, a taxa de desemprego poderia ter queda, do atual patamar de 5,5%.

Por fim, cabe destaque que a inovação tem sido a máxima do país nos últimos anos. A China desenvolve até uma criptomoeda estatal para ser utilizada pela sua população e já mobiliza as grandes empresas do setor de tecnologia para avançar rumo ao futuro.

Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Guggenheim

Gigante de Wall Street pede aprovação da SEC para investir até R$ 2.6 bi...

A gigante americana de serviços financeiros Guggenheim Partners entrou com um pedido na Comissão de Valores Mobiliários americana (SEC) para investir até $ 500...

Guru de “A grande aposta” compara bitcoin com Tesla: “bolha”

Michael Burry - o famoso investidor interpretado por Christian Bale no filme "A grande aposta" - comparou a Tesla com o bitcoin, chamando ambos...

Produtora do Big Brother, Master Chef e The Voice é atacada por ransomware e...

Uma gigante da televisão está enfrentando um cenário assustador. O grupo francês Banijay informou na quinta-feira (26) que sofreu um ataque cibernético que afetou...

Últimas notícias

Guru de “A grande aposta” compara bitcoin com Tesla: “bolha”

Michael Burry - o famoso investidor interpretado por Christian Bale no filme "A grande aposta" - comparou a Tesla com o bitcoin, chamando ambos...

Produtora do Big Brother, Master Chef e The Voice é atacada por ransomware e tem dados vazados

Uma gigante da televisão está enfrentando um cenário assustador. O grupo francês Banijay informou na quinta-feira (26) que sofreu um ataque cibernético que afetou...

Hackers invadem site do governo da Argentina e ameaçam vazar 50GB de dados

Vários países da América Latina seguem perseguidos por ataques cibernéticos, principalmente com os chamados ransomwares. O novo caso de ataque seria uma invasão ao...