Golpista é multado em R$ 3,1 bilhões por esquema com Bitcoin

Siga no
Moeda Bitcoin com martelo da justiça
julgamento Bitcoin

Benjamin Reynolds, morador do Reino Unido, foi condenado a pagar uma multa milionária em euros por sua participação em crimes de fraude envolvendo esquemas Ponzi. A condenação veio da Corte Federal de Nova York, o único problema é que ninguém sabe onde está Reynolds.

De acordo com o site Decrypt, a condenação aponta Reynolds como a principal peça em um golpe de esquema Ponzi que pode ter enganado mais de mil pessoas em todo o mundo. Reynolds era o diretor da Control-Finance, que arrecadou cerca de 22.858 bitcoins entre maio e outubro de 2017.

No período do golpe a quantidade de bitcoins valia cerca de US $ 143 milhões. Atualmente já ultrapassou a marca dos US $ 1 bilhão. Agora ele deve pagar uma multa de US $ 572 milhões. Mesmo que não vá acontecer, caso ele decidisse pagar, ele poderia usar o dinheiro que roubou e ainda ter US $ 400 milhões sobrando.

Esquema não passava de uma corretora falsa

O golpe da Control-Finance era um esquema relativamente simples, a promessa era de que a “corretora” iria pegar os bitcoins de seus clientes para especialistas fazerem diversos trades com as moedas para aumentar o lucro e retornar para os clientes.

Durante 2017 e 2018 esse foi um tipo de promessa muito comum, feita às vezes com robôs, às vezes com “traders treinados”. No fim, quase todos os esquemas acabaram de forma nada positiva.

De acordo com a CFTC, a Control-Finance, comandada por Reynolds, não cumpriu nenhuma dessas promessas e utilizou os bitcoins para ganhos pessoais. Além disso, a empresa nunca cumpriu com suas promessas divulgadas e nem ao menos tinham os funcionários que divulgavam.

“Reynolds e a Control-Finance não fizeram negociações de Bitcoin para seus clientes, não empregaram nenhum expert ou especialista em negociações, não pagaram as recompensas de indicação ou os bônus prometidos, além de terem guardado os Bitcoins dos clientes para uso pessoal.”

Após os primeiros clientes começarem a reclamar da conduta da empresa, a Control-Finance fechou ainda em outubro de 2017 e, de acordo com as investigações, tentou lavar os bitcoins através de “milhares de transações.” 

A multa aplicada, apesar de ser bem tarde, é um certo alívio para os investidores para saberem que a justiça não esqueceu completamente do caso de Reynolds. No entanto, com o seu paradeiro desconhecido, o golpista pode estar em qualquer parte do mundo e dificilmente será encontrado, principalmente se ele ainda estiver com os bitcoins que roubou em 2017.

Enquanto isso a melhor coisa contra golpes é continuar sempre estudando e evitando cair nesse tipo de esquema.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.
Ark Invest

Ark Invest vende ações chinesas e compra bitcoin

A Ark Invest está se livrando de ações chinesas em meio a uma liquidação generalizada que fez com que a maioria das ações chinesas...
LGPD no Brasil blockchain

LGPDJus: Aplicativo para requisições sobre proteção de dados usa blockchain

Na próxima sexta-feira (30), o Poder Judiciário de Santa Catarina (PJSC) lançará um novo aplicativo para a população do estado. Chamado de LGPDJus, a...
MasterCard e Bitcoin criptomoeda blockchain

Mastercard vai acelerar startups de criptomoedas em novo programa

As startups que empreendem no setor de criptomoedas e blockchain poderão encontrar na Mastercard mais uma parceira de aceleração. O programa da empresa foi...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias