Guerra Coinmercial: Agência dos EUA afirma que país deve liderar espaço blockchain

Mais um que quer ser líder da indomável blockchain!

Siga no

Menos de um mês após a China afirmar que vai liderar o espaço blockchain, uma agência dos EUA afirmou que este deveria ser o principal player do mercado. Com isso, as desavenças entre a China e EUA podem chegar ao espaço das criptomoedas, ou seja, uma “guerra coinmercial”.

EUA deve liderar o espaço blockchain global, falou presidente da CFTC

Os EUA têm colocado pressão em produtos chineses importados e o episódio tem escalado de forma gradativa. Em 2019, os mercados financeiros globais oscilaram fortemente devido à instabilidade causada por este impasse.

Para o presidente da CFTC, Heath Tarbert, os EUA deveriam liderar a blockchain no mundo, ao invés da China. A CFTC é a agência dos EUA que regulamenta o mercado de futuros e opções.

Na visão de Tarbert, compartilhada no último dia 12, seu país natal deveria se envolver mais com o espaço das criptomoedas e blockchain. A liderança deste espaço, caso seja possível, seria fundamental para os EUA na visão do presidente do CFTC.

Além disso, Heath afirmou que nos EUA o cenário atual é “frágil e incerto”. A explicação seria porque as agências federais do país disputam com as estaduais o controle dos mercados, fator que atrapalha na adoção de novas tecnologias. O presidente do CFTC ainda afirmou que caso o ambiente se torne mais acolhedor, tecnologias emergentes encontrem melhor espaço no país.

CFTC está em contato frequente com a SEC para criar estrutura regulatória

A SEC dos EUA, como a CVM do Brasil, é responsável pela regulamentação do setor de valores mobiliários. Com a CFTC, de acordo com Heath Tarbert, as instituições federais estão buscando criar um ambiente regulatório federal. Neste sentido, o presidente do CFTC afirmou que o contato tem sido diário com a SEC.

A regulamentação que os EUA estão propondo não envolve apenas estas duas instituições. O FSB e também o FSOB, ambas também de atuação federal, estão buscando ajudar na criação da nova regulamentação, com foco na visão internacional desta. Cabe o destaque que o Estados Unidos da América é um dos principais países, ou seja, quando uma lei é aprovada por lá, todos os outros prestam atenção.

As instituições federais, ainda que unidas, ainda divergem de alguns métodos sobre este tema. De qualquer forma, Tarbet afirmou que os EUA possuem os meios necessários para se tornar líder blockchain no mundo. Para o presidente do CFTC, a nova visão dessa agência pode “transformar fundamentalmente o sistema financeiro mundial”.

Em resumo, com a entrada da China na disputa, as agências dos EUA mergulharam no assunto sobre quem vai liderar a tecnologia blockchain. Na China, enquanto isso, até sobre o Bitcoin as agências estatais estão falando, ou seja, a disputa promete ser grande.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Moeda Shiba Inu

Shiba Inu dispara com negociações na Coinbase sendo habilitadas

O preço da Shiba Inu disparou nesta sexta-feira (17), após a Coinbase abrir negociações da moeda rival da Dogecoin. Há alguns meses, as chamadas criptomoedas...
Elon Musk fundo azul

Elon Musk menciona que “Crypto” é sua palavra de segurança

Em uma nova referência a prática de BDSM, Elon Musk mencionou que "Crypto" é a sua palavra de segurança. Em dezembro, o CEO da...

FBI alerta para crescimento de golpes românticos envolvendo criptomoedas

O FBI, a polícia federal dos Estados Unidos, emitiu um alerta para o crescimento dos golpes românticos envolvendo criptomoedas nos últimos meses. Com o crescimento...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias