“Holanda precisa banir o Bitcoin agora”, diz membro do governo

O membro do governo holandês argumentou que o Bitcoin e outros ativos digitais não têm chance de conseguir substituir as moedas fiduciárias.

Siga no
Bitcoin ban. Imagem: Adobe Stock
Bitcoin ban. Imagem: Adobe Stock

O Bitcoin parece estar ganhando o interesse de diferentes países, mas nem sempre positivo. Entre El Salvador adotando a criptomoeda e o FMI ficando preocupado com a decisão, agora temos diferentes políticos preocupados com o Bitcoin. O mais recente foi o presidente do Escritório Central de Planejamento da Holanda, que acredita que o país tem que banir o Bitcoin. 

De acordo com notícias locais, Pieter Hasekamp disse que o governo da Holanda deve banir todos os ativos digitais, não apenas regulamentar. Além disso, Pieter acredita que o colapso do criptomercado é inevitável.

“Para investidores e também para os governos, a última pessoa a agir será o perdedor. A Holanda precisa banir o Bitcoin agora.” 

Em sua declaração, Hasekamp explicou que existem diferentes países que estão começando a banir as criptomoedas e o Bitcoin por causa do papel desses ativos digitais em atividades criminais, além do fato de que as cripomoedas também podem causar instabilidade financeira.

A opinião de Hasekamp não tem uma base muito forte, considerando que “existem diferentes países que estão começando a banir as criptomoedas” é um exagero, afinal, há poucos sinais de um banimento geral do Bitcoin no mundo.

Por enquanto a China é o pais que mais parece determinado a quebrar o ecossistema do criptomercado, a Índia, que até pouco estava com um pensamento bem negativo em relação ao Bitcoin, parece ter mudado de ideia e está considerando declarar a moeda como uma classe de ativo.

Pelo menos entre os países de terceiro e segundo mundo, as criptomoedas estão no caminho oposto de “serem banidas”, ganhando cada vez mais interesse positivo, por causa das muitas vantagens que ele oferece ao controle de outros países.

O membro do governo holandês argumentou que o Bitcoin e outros ativos digitais não têm chance de conseguir substituir as moedas fiduciárias. Ao invés disso, ele acredita que o criptomercado é um efeito dominó, baseado apenas no “acreditar que ele vale alguma coisa”.

“As criptomoedas, essencialmente, não são nem dinheiro e nem um produto financeiro, mas um exemplo do que prêmio Nobel de Economia, Robert Shiller, classificou como ‘Narrativa Contagiosa’: Uma história em que as pessoas apenas acreditam porque outras pessoas também acreditam.”

Aparentemente o sentimento negativo em relação ao Bitcoin é bem forte na Europa, com outros membros do governo da região também querendo aumentar o controle às criptomoedas. 

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.
G7. Imagem: ShutterStock

G7 pressiona Rússia por causa de ransomwares e lavagem de dinheiro com criptomoedas

O G7 se reuniu no último final de semana e pressionou a Rússia por causa dos ransomwares que estão sendo criados por criminoso do...
Tesla. Imagem: Shutter Stock

Elon Musk diz que Tesla voltará a aceitar Bitcoin

A Tesla começará a aceitar Bitcoin novamente quando a maior parte do processo de mineração da criptomoeda for realizado por fontes de energia renováveis,...
Bitcoin regulação. Imagem: ShutterStock

Deutsche Bank diz que Bitcoin “passou dos limites” e não pode mais ser ignorado

A popularidade crescente do Bitcoin está incomodando governos e bancos centrais. A gota d'água foi a legalização da criptomoeda em El Salvador. De acordo...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias