Homem de 40 anos é preso por roubar energia para minerar Bitcoin

Ainda segundo as autoridades inglesas, o minerador deixou vários fios expostos, arriscando tanto a sua vida quanto de outras pessoas.

Um homem de 40 anos foi preso por roubar energia para minerar Bitcoin. O caso aconteceu na Inglaterra e foi reportado pelo Leicestershire Live.

O caso ocorreu no início deste ano após a polícia procurar por um cultivo de maconha, outra atividade que consome muita energia, e acabou encontrando um desvio de energia para minerar Bitcoin.

Embora a mineração de Bitcoin seja legal, a ganancia do minerador surpreendeu as autoridades, visto que ele operava em mais de um local e não aparentava estar preocupado com a segurança.

Quem paga a conta

Desvios na rede elétrica encarecem o preço da energia para todos os usuários da rede, afinal alguém precisa pagar a conta. Neste caso, o minerador se declarou culpado pelo roubo de 240.000 reais em energia e sentenciado a uma pena de 13 meses.

Embora tenha sido julgado apenas nesta semana, o caso da apreensão ocorreu em maio deste ano quando policiais encontraram máquinas de minerar Bitcoin durante uma busca por uma fazenda de plantação de maconha.

Sanjay Singh, 40, admitted 'abstracting' electricityMining cryptocurrencies is a complex and energy-intensive process, which requires a lot of computer power

The bulk of Bitcoin "mining" is done in China, where energy costs are cheaper than in places like the UK or US.

Segundo autoridades policiais, o alto consumo de energia também está relacionado ao cultivo de maconha e acabaram surpresos por se tratar de uma fazenda de mineração de Bitcoin.

As investigações sugerem que ele tenha roubado energia de dois lugares diferentes para alimentar mais de 200 ASICs. A maioria delas era do modelo S9 da Bitmain, fabricado em 2016 e que não tem uma boa eficiência em relação a modelos mais novos já que gasta muita energia. Podendo assim ser uma das motivações do criminoso.

Mineração é legal

O que surpreendeu as autoridades foi a ganância do minerador, pois embora a atividade seja legal, ele buscava ter ainda mais lucros.

“Ele estava no negócio para ganhar dinheiro com seu empreendimento em bitcoin, mas não era honesto o suficiente para arcar com os custos de funcionamento das máquinas necessárias para manter a operação.”

Ainda segundo as autoridades inglesas, o minerador deixou vários fios expostos, arriscando tanto a sua vida quanto de outras pessoas.

Esta prisão é bem diferente dos casos da China, onde a mineração de Bitcoin, e outras criptomoedas, é considerada ilegal mesmo que o minerador pague pelo consumo da rede. Recentemente, supostos documentos mostram que a China pode estar espionando pequenos mineradores através de seus IPs.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias