Intel entra oficialmente no mercado de Bitcoin com equipamentos de mineração

Intel Blockchain Accelerator
Intel Blockchain Accelerator

Após revelações no início deste ano de que a Intel, segunda maior fabricante de chips semicondutores, estava trabalhando em equipamento de mineração de Bitcoin, nesta sexta-feira (11), a empresa declarou oficialmente que estará ajudando o setor de criptomoedas.

“Hoje, nós da Intel estamos declarando nossa intenção de contribuir para o desenvolvimento de tecnologias blockchain, com um roteiro de aceleradores com eficiência energética.”

Embora documentos antigos já mostrassem que a empresa possuía encomendas de seus equipamentos para mineração, a nota oficial confirma tal notícia.

Além da GRIID, a Intel afirma que outras duas empresas serão seus primeiros clientes. Uma delas é a Argo Blockchain, já a segunda é a BLOCK (antiga Square), empresa de Jack Dorsey, fundador do Twitter.

Foco na eficiência energética na mineração de Bitcoin

Conhecida por seus processadores, agora o foco da Intel é criar equipamentos de mineração de Bitcoin, chamados ASIC, mais eficientes em termos energéticos. Ou seja, quanto menor o gasto, maior é o lucro dos mineradores, além de ajudar na questão ambiental.

“Nossos clientes estão pedindo soluções escaláveis e sustentáveis, e é por isso que estamos concentrando nossos esforços em atingir todo o potencial do blockchain desenvolvendo as tecnologias de computação com maior eficiência-energética em escala.”, afirma Raja M. Koduri, VP Sênior da divisão de arquitetura, gráficos e software da Intel.

Conforme relatado pelo Livecoins, as ASICs da Intel já podem estar na sua segunda versão. Tal equipamento é chamado Bonanza Mine, contudo, a sigla BZM2 também é encontrada em documentos.

Entretanto, ainda não está claro se o BZM2 é o atual modelo fabricado pela empresa. Afinal tal setor é muito competitivo e está sempre lançando novas versões de equipamentos.

Contudo, embora a chegada da Intel no setor de mineração possa facilitar a compra de tais equipamentos por pessoas físicas devido ao alcance da marca, por hora a empresa focará em parcerias maiores, como as citadas acima.

Intel otimista em relação ao futuro das criptomoedas

Finalizando, a nota oficial da Intel também aponta que eles estão confiantes que as criptomoedas e suas tecnologias subjacentes, como web 3 e metaverso, farão parte de nosso futuro.

“Blockchain é uma tecnologia que tem o potencial de permitir que todos possuam grande parte do conteúdo digital e dos serviços que criam.”

“Alguns até chamam isso de ponto de inflexão na computação, interrompendo fundamentalmente a maneira como armazenamos, processamos e transacionamos nossos ativos digitais à medida que inauguramos a era do metaverso e da Web 3.0. Não importa como o futuro evolua, é certo que a disponibilidade de muito mais computação para todos desempenhará um papel central.”, concluiu Raja M. Koduri

Portanto, além de mais descentralização na produção de ASICs, a introdução da Intel também é uma afirmação de que cada vez mais gigantes estão confiando no futuro do Bitcoin.

Afinal, além da Intel também podemos citar a Fidelity, bem como a KPMG e as outras três empresas que compõe o Big Four, o homem mais rico do mundo, Elon Musk, além de outros players de diversos setores.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias