Investidores vão às Bahamas em busca do fundador da FTX

Enquanto as autoridades não tomam nenhuma medida em relação à falência da FTX, a própria comunidade de criptomoedas está viajando para as Bahamas para tentar encontrar Sam Bankman-Fried, também chamado de SBF, fundador da corretora.

Dentre as principais figuras estão BitBoy, youtuber que surtou com SBF antes mesmo do colapso da FTX por conta de um texto sobre regulamentação, bem como Gabriel Haines, outro criador de conteúdo.

Ainda que as buscas pelo fundador da FTX não tenham nenhum propósito de justiça, elas servem como um registro de mais um infame capítulo desta crescente indústria.

A busca por Sam Bankman-Fried

Nem mesmo a forte queda do Bitcoin e outras criptomoedas parece desanimar criadores de conteúdo, pelo contrário. Após desembarcar nas Bahamas e ir para seu hotel, o criador de conteúdos Gabriel Haines brinca enquanto tenta localizar Sam Bankman-Fried.

“Estou fazendo uma varredura no quarto, procurando por algum dispositivo de gravação de voz que possam ter implantado antes da minha chegada.”

“Ó Sammy, onde você está velho Sammy?”

Já BitBoy parece mais sério em sua busca. Em vídeos publicados, o youtuber mostra seguranças o expulsando de um local onde estavam procurando por SBF, bem como mostra possíveis imóveis da família de Bankman-Fried.

“Estamos aqui em One Cable Beach investigando o portfólio imobiliário de Barbara Fried e Joe Bankman [pais de Sam].”

“Não são as criptomoedas que são o problema, são as corretoras, a FTX, SBF que são o problema […] Apresentamos histórias sobre imóveis e como eles escondem dinheiro através deles, dinheiro dos clientes. Vamos derrubar essas pessoas.”

BitBoy marca entrevista com fundador da FTX

Mesmo sem conseguir se encontrar com Sam Bankman-Fried, a visita de BitBoy às Bahamas parece ter dado resultados. Nesta segunda-feira (28), o youtuber comentou que o fundador da FTX concordou em conceder uma entrevista.

“Ontem à noite, às 2h, após 2 dias de tentativa de contato, a SBF me respondeu por mensagem de texto”, escreveu BitBoy. “Discutimos uma entrevista e estou esperando a confirmação dele de alguma forma. O convite ficará aberto durante toda a semana. Voltarei para as Bahamas de Miami para realizar a entrevista.”

Enquanto isso, outras pessoas questionam o envolvimento de BitBoy com a FTX. Ao publicar o trecho de um vídeo com o youtuber recomendando a compra de FTT, token criado pela FTX, um deles pergunta quanto ele recebeu para promover tal criptomoeda.

“Hey BitBoy, quanto a FTX lhe pagou por isso?”

“Vamos falar sobre esse token secreto: FTT. Esse é o token da FTX”, comenta BitBoy em um vídeo antigo. “Sam Bankman-Fried, tudo que esse cara toca se transforma em ouro. Não sei. Lua. FTT tem o potencial de ser uma das únicas moedas que acredito que possa subir nesse bear market.”

https://twitter.com/designitive/status/1596604566979706882

Por fim, outros notam que não devemos confiar em ninguém. Afinal, as únicas intenções aqui parecem ser o aumento de visualizações de seus vídeos, ou seja, tal busca não deve resultar em nenhum tipo de justiça para as vítimas da FTX.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias

Bitcoin 2024

Últimas notícias