Maior risco do Bitcoin é ficar fora dele, diz homem que ajudou El Salvador adotar moeda digital

Jack Mallers foi um dos responsáveis por ajudar a adoção do Bitcoin como moeda de curso legal.

Siga no
Inovação e tecnologia do Bitcoin
Inovação e tecnologia do Bitcoin

Um dos homens que ajudaram no processo de El Salvador adotar o Bitcoin como moeda de curso legal foi Jack Mallers, programador e fundador da empresa Strike. Em conversas com o presidente salvadorenho, Jack montou um plano e apresentou a possibilidade do país localizado na América Central ser pioneiro no mundo.

A adoção de Bitcoin por El Salvador acabou sendo um dos temas mais importantes da história da moeda digital, pelo menos até aqui, com a cotação assimilando a novidade. Hoje, o preço do Bitcoin valorizou 7%, ultrapassando a região dos US$ 37 mil.

Jack concedeu uma entrevista para a CNBC na última quarta-feira (9) e falou sobre as vantagens de El Salvador adotar a moeda digital.

Impressão em massa de dinheiro por bancos centrais é preocupante para países como El Salvador, o maior risco era ficar fora da moeda digital

Após o anúncio da Lei Bitcoin em El Salvador, muitos se lembraram que o país negocia com o FMI em busca de um pacote de cerca de US$ 1 bilhão. Este valor será utilizado para ajudar o país a se reerguer.

Jack Mallers, que é o homem que ajudou a aprovar a primeira lei bitcoin do mundo, acredita que não há riscos para El Salvador, sendo o maior problema ficar fora da moeda digital.

“Não penso que as pessoas estão calculando os riscos da forma correta, o maior risco do Bitcoin é ficar de fora dele, seria uma surpresa para mim o país não ter feito nada”

Para Jack, o Bitcoin foi criado para ser a melhor rede e moeda da história, garantindo a liberdade e inclusão financeira para todos. A expectativa é que mais empregos sejam gerados no país que o adotou como moeda de curso legal.

“#Bitcoin é projetado para ser o melhor ativo monetário e a melhor rede monetária da história da humanidade, garantindo a liberdade humana e a inclusão financeira para todos.”

“Conecte-se com o bote salva-vidas ou afunde com o barco”

Jack é um visionário do Bitcoin e até ajudou a patrocinar a corrida do Carro Bitcoin. Ou seja, ele tem lutado para levar a mensagem de liberdade para vários públicos diferentes.

Para o programador, que criou um aplicativo que funciona com a Lightning Network, o Bitcoin é o bote salva-vidas do mercado financeiro atual. Quem não se conectar com a rede acabará afundando com o barco.

Apesar dos receios do primeiro suporte legal do Bitcoin em um país, outros países ainda se mantêm afastados da ideia. Na próxima sexta-feira (11), a reunião do G7 começa e Joe Biden planeja falar sobre ‘problemas’ das criptomoedas na ocasião.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Tesla. Imagem: Shutter Stock

Elon Musk diz que Tesla voltará a aceitar Bitcoin

A Tesla começará a aceitar Bitcoin novamente quando a maior parte do processo de mineração da criptomoeda for realizado por fontes de energia renováveis,...
Bitcoin regulação. Imagem: ShutterStock

Deutsche Bank diz que Bitcoin “passou dos limites” e não pode mais ser ignorado

A popularidade crescente do Bitcoin está incomodando governos e bancos centrais. A gota d'água foi a legalização da criptomoeda em El Salvador. De acordo...
Bitcoin Liberdade

Bitcoin, o novo Índice de Liberdade Econômica

Bitcoin pode ser a medida de liberdade mais neutra do mundo que nenhum país pode acusar de ter preconceito ocidental, ao contrário de alguns...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias