Mineração de Bitcoin vê Bitmain diminuir participação

Empresa tem queda nos hashs!

Siga no

A maior empresa de mineração do mundo é a Bitmain, com duas pools que juntas já chegaram a controlar mais de 40% do poder computacional da rede Bitcoin, logo a recente queda tem chamado atenção do mercado cripto.

A Bitmain é uma empresa chinesa que produz placas para mineração de Bitcoin para o mundo todo, conhecidas como Asics. Além disso, controla as pools de mineração BTC.com e Antpool. No momento da escrita deste, de acordo com dados do Coin Dance, as duas controlavam pouco mais do que 30% da atividade.

A taxa de participação na atividade de mineração de Bitcoin muda constantemente, mas a empresa vem mostrando que seu poder computacional caiu e com os preços do Bitcoin ainda em queda no ano 2019, faz com afete ainda mais a empresa.

Mas nunca é apenas os preços do Bitcoin pelo mundo que indica que a situação está crítica, pois, a Bitmain havia anunciado em dezembro de 2018 que no ano de 2019 iria demitir 50% dos seus funcionários de diversas áreas.

Além disso, dois cofundadores da empresa, Jihan Wu e Micree Zhan Ketuan, anunciaram que iriam abandonar o barco da mineração.

Na visão da empresa através de suas redes sociais isso não seria nada demais, sendo um ajuste para manter a escalabilidade do negócio no longo prazo.

O fato que mais pesa é que os hashs gerados pela Bitmain chegaram ao menor nível dos últimos 16 meses, ou seja, o chamado ajuste não está sendo positivo para a empresa que se encontra em dificuldades.

Apesar disso, como o Bitcoin e sua mineração é descentralizada perder uma empresa não traria grandes consequências no curto prazo, mas pode prejudicar a segurança da rede no longo prazo, principalmente pelas pesquisas que a empresa conduz e sua ativa integração com a comunidade cripto.

Recentemente um analista chegou a afirmar que a atividade de minerar Bitcoins estava tão complicada que a recompensa não estaria pagando os custos. Apesar disso, um grupo de mineradores misteriosos tem aumentado sua participação em busca do ouro digital.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Tokyo 2020

Emissora usa imagem do Bitcoin para representar El Salvador nas Olimpíadas de Tóquio

As Olimpíadas de Tóquio começaram oficialmente nesta sexta-feira (23), em meio às restrições da pandemia e atraso de um ano. O evento começou com...
Big Techs

Gigantes da tecnologia correm para entrar no mercado de criptomoedas

Amazon, Facebook, Twitter, Reddit, Signal, Kin e provavelmente o Google são apenas algumas das maiores empresas de tecnologia do mundo que agora estão envolvidas...
UniSwap-arte

Uniswap dobra o joelho para regulação e censura mais de 100 criptomoedas

A Uniswap Labs, empresa responsável pelo desenvolvimento da exchange "descentralizada" Uniswap, anunciou que limitará o acesso a mais de 100 tokens em sua plataforma. O...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias