Mineração de Bitcoin vê Bitmain diminuir participação

Empresa tem queda nos hashs!

Siga no

A maior empresa de mineração do mundo é a Bitmain, com duas pools que juntas já chegaram a controlar mais de 40% do poder computacional da rede Bitcoin, logo a recente queda tem chamado atenção do mercado cripto.

A Bitmain é uma empresa chinesa que produz placas para mineração de Bitcoin para o mundo todo, conhecidas como Asics. Além disso, controla as pools de mineração BTC.com e Antpool. No momento da escrita deste, de acordo com dados do Coin Dance, as duas controlavam pouco mais do que 30% da atividade.

A taxa de participação na atividade de mineração de Bitcoin muda constantemente, mas a empresa vem mostrando que seu poder computacional caiu e com os preços do Bitcoin ainda em queda no ano 2019, faz com afete ainda mais a empresa.

Mas nunca é apenas os preços do Bitcoin pelo mundo que indica que a situação está crítica, pois, a Bitmain havia anunciado em dezembro de 2018 que no ano de 2019 iria demitir 50% dos seus funcionários de diversas áreas.

Além disso, dois cofundadores da empresa, Jihan Wu e Micree Zhan Ketuan, anunciaram que iriam abandonar o barco da mineração.

Na visão da empresa através de suas redes sociais isso não seria nada demais, sendo um ajuste para manter a escalabilidade do negócio no longo prazo.

O fato que mais pesa é que os hashs gerados pela Bitmain chegaram ao menor nível dos últimos 16 meses, ou seja, o chamado ajuste não está sendo positivo para a empresa que se encontra em dificuldades.

Apesar disso, como o Bitcoin e sua mineração é descentralizada perder uma empresa não traria grandes consequências no curto prazo, mas pode prejudicar a segurança da rede no longo prazo, principalmente pelas pesquisas que a empresa conduz e sua ativa integração com a comunidade cripto.

Recentemente um analista chegou a afirmar que a atividade de minerar Bitcoins estava tão complicada que a recompensa não estaria pagando os custos. Apesar disso, um grupo de mineradores misteriosos tem aumentado sua participação em busca do ouro digital.

Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

“Nunca emprestamos dinheiro para a Singu”, diz BitcoinTrade em caso da Natura e Tallis...

A Natura é uma das empresas mais conceituadas do Brasil e um investimento considerado seguro por muita gente. Como qualquer outra ação, os títulos...

Coluna do TradingView: Bitcoin e a briga de compradores e vendedores

Bitcoin chegou no topo e já ensaiou um rompimento, mas falhou. O preço está brigado no topo e se romper pode ser um estouro....

Visa vai conectar sua rede de pagamentos a criptomoeda

A Visa, uma das maiores processadoras de pagamentos do mundo anunciou nesta quarta-feira (2) que vai integrar o seu sistema de pagamento com o...

Últimas notícias

Coluna do TradingView: Bitcoin e a briga de compradores e vendedores

Bitcoin chegou no topo e já ensaiou um rompimento, mas falhou. O preço está brigado no topo e se romper pode ser um estouro....

Visa vai conectar sua rede de pagamentos a criptomoeda

A Visa, uma das maiores processadoras de pagamentos do mundo anunciou nesta quarta-feira (2) que vai integrar o seu sistema de pagamento com o...

Visa lança cartão de crédito com cashback em bitcoin

Agora você pode receber 1.5% de cashback em bitcoin por compras efetuadas por meio de um novo cartão de crédito lançado pela Visa em...