Mineradores de Bitcoin do Irã poderão ficar sem energia

País não permite criptomineração!

-

Siga no
Anúncio

No Irã, a mineração de Bitcoin é uma prática ilegal, considerada um crime pelo governo. Além disso, um porta-voz de uma agência de energia do país informou que novas medidas estão sendo tomadas.

Isso porque, de acordo com o porta-voz da Tavanir, uma empresa estatal iraniana, a quantidade de energia gasta tem aumentado. A comparação foi realizada com mesmo período do ano anterior, com crescimento de 7%.

Mineradores de Bitcoin deverão buscar solução no Irã para manter suas atividades.

De acordo com Mostafa Rajabi Mashhadi, responsável pela Tavanir, o aumento tem uma explicação: mineração de Bitcoin. Isso porque foi detectado pela agência de energia que há uma grande demanda deste setor.

Anúncio

Tal cenário fez com que a quantidade de energia gasta tivesse um grande aumento. Entretanto, a fiscalização do setor já deixa claro que irá em busca desses mineradores.

No Irã, a criptomineração com energia da rede nacional é uma atividade ilegal. Certamente, Mashhadi informou que quem for pego terá sua energia cortada imediatamente. Segundo um levantamento do Livecoins em 2018, o Bitcoin não é ilegal no Irã.

A atividade de mineração de Bitcoin é fundamental para o funcionamento da rede. Com as novas sanções, os mineradores de Bitcoin do Irã deverão buscar alternativas para continuar.

Mineração de Bitcoin será regulamentada e tributada no país

Um levantamento feito por entidades governamentais aponta que a atividade de mineração tem crescido nos últimos anos. O Ministério de Energia do país soltou uma nota, recentemente, alertando para a criptomineração.

Certamente, as taxas que deverão ser pagas pela criptomineração terão um cálculo específico. De acordo com o Financial Tribune (FT), o governo fará cálculos reais para quem for pego minerando Bitcoin.

O FT informou ainda que as sanções dos EUA ao país tem incentivado o interesse da população nas criptomoedas. A tensão entre os dois países, principalmente em junho de 2019, teve grande escalada após uma sucessão de eventos.

Finalmente, cabe o destaque que o Bitcoin é uma moeda digital sem fronteiras, o que poderia explicar o interesse nesta tecnologia. Pessoas que vivem em países ditatoriais podem ver no BTC uma forma de manter seu patrimônio intacto.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Hacker segurando criptomoeda Bitcoin

Grupo de hackers atacavam gamers para roubar Bitcoin

Um grupo de hackers baseado na China atacavam vários gamers em um elaborado plano. As autoridades que investigavam o grupo aponta que há anos...
Pantanal pegando fogo queimadas bitcoin

Doações de Bitcoin começam a chegar para combater queimadas no Pantanal

Algumas doações em Bitcoin começam a chegar para apoiar o combate às queimadas no Pantanal. O dinheiro está sendo arrecadado em uma campanha pela...
Bitcoin em corretoras de criptomoedas

Indicador mostra oportunidade no Bitcoin pela primeira vez desde março

Desde que os impactos do novo coronavírus assolaram os mercados financeiros em março, investidores adotaram uma postura de cautela. Mas um indicador do Bitcoin que...

Últimas notícias

Grupo de hackers atacavam gamers para roubar Bitcoin

Um grupo de hackers baseado na China atacavam vários gamers em um elaborado plano. As autoridades que investigavam o grupo aponta que há anos...

Doações de Bitcoin começam a chegar para combater queimadas no Pantanal

Algumas doações em Bitcoin começam a chegar para apoiar o combate às queimadas no Pantanal. O dinheiro está sendo arrecadado em uma campanha pela...

Ex-líderes da Genbit, suspeita de pirâmide financeira, abrem novas empresas

Antigos líderes da Genbit, empresa acusada de sumir com R$ 1 bilhão dos investidores, lançaram novas empresas no Brasil. O objetivo dos negócios, segundo comunicado...