Não vale a pena comprar criptomoedas agora, diz diretor do Twitter

Embora Jack Dorsey, fundador e diretor executivo do Twitter, seja um grande apoiador do Bitcoin, Ned Segal, diretor financeiro da empresa não parece ser tão fã da maior criptomoeda do mundo.

Ned Segal, diretor financeiro do Twitter, afirmou ao The Wall Street Journal que não faz sentido comprar criptomoedas no momento. A fala acontece ao mesmo tempo em que a rede social lança uma equipe dedicada as criptomoedas.

Com a desculpa que seria necessário reestruturar a política de investimento, o Twitter provavelmente já deixou de ganhar um bom dinheiro nestes últimos anos ao não ter bitcoin em seu caixa. Nem mesmo o amor de Jack Dorsey pelo bitcoin, fundador do Twitter, foi capaz de realizar isso.

Embora a Square Inc, outra empresa de Dorsey já possua bitcoin em caixa, bem como o próprio Twitter ter implementações de transferência de bitcoin, está mais do que na hora do Twitter sair de cima do muro, investindo em bitcoin e não apenas em hashtags bonitas.

Opiniões divergentes

Embora Jack Dorsey, fundador e diretor executivo do Twitter, seja um grande apoiador do Bitcoin, Ned Segal, diretor financeiro da empresa não parece ser tão fã da maior criptomoeda do mundo.

Enquanto a Square Inc, outra empresa de Dorsey, já possui bitcoin em caixa assim como outras companhias como Tesla e MicroStrategy, o Twitter parece estar longe deste caminho. Segal afirma que seria necessário tomar várias decisões e implementar mudanças para que isso fosse possível.

“Nós teríamos que mudar nossa política de investimento e escolher possuir ativos que são mais voláteis. […] Há um conjunto diferente de decisões que teríamos que tomar caso tivéssemos criptomoedas em nosso balanço patrimonial”, disse Ned Segal, CFO do Twitter

Segundo relatório de setembro, o Twitter possui cerca de 3,47 bilhões de dólares (R$19 bi) em dinheiro e outros ativos. Caso convertesse parte deste montante em bitcoin, seria uma das empresas com mais criptomoedas em caixa. Atualmente a maior delas é a MicroStrategy com 114.042 BTC (R$38 bi).

Sem bitcoin em caixa, mas com Bitcoin na plataforma

Embora o diretor financeiro do Twitter não pareça estar dispostos a alocar parte do caixa da empresa em bitcoin, aos poucos a plataforma está deixando que seus usuários usem Bitcoin dentro dela para interagir com outros usuários.

O maior caso foi a implementação do sistema de tips — gorjetas que podem ser enviadas a outros —, com ela é possível apoiar criadores de conteúdo, por exemplo, através da lightning network. Todavia, hoje o serviço só está disponível em poucos países, como EUA e El Salvador.

Outros usos, como a possível integração do uso de NFTs como avatar, também estão sendo trabalhados pelo Twitter, ainda sem data de lançamento. Além disso a empresa também criou uma equipe destinada a criptomoedas, alegando estar preparando-se para a web 3.0 cujo foco é trabalhar de forma descentralizada e recompensando seus usuários.

Por fim, resta saber quando o Twitter apostará tudo no Bitcoin, mais do que colocar o símbolo do bitcoin ao lado da sua hashtag, é necessário que a empresa coloque sua mão no fogo ao colocar alguns bitcoins no bolso.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias