Paraguai vai legalizar o Bitcoin? Especialista diz que as pessoas devem se preparar para decepções

País tem uma moeda fiduciária antiga e detém hoje uma das menores inflações da região.

Siga no
Joaquin, paraguaio que acredita no Bitcoin
Joaquin Morinigo Fiorio (Cryptoboi)

O paraguaio Joaquin Morinigo Fiorio, CCO da Rede Arapy e membro da CryptoPy, duvida que o país legalize o Bitcoin no atual cenário, mesmo que uma lei seja apresentada em breve. O fã da criptomoeda compartilhou sua opinião sobre o assunto e disse que as pessoas devem se preparar para as decepções que virão.

Desde que El Salvador protagonizou a primeira adoção legal de Bitcoin no mundo, muitas pessoas começaram a nutrir a esperança de um movimento semelhante em outros países.

Ainda que a legalização da criptomoeda não seja um entusiasmo unanime entre os fãs da tecnologia, muitos gostariam de ver a aprovação de mais “Lei Bitcoin” pelo mundo.

Assim, rumores de que um país sul-americano faria a próxima adoção da criptomoeda animaram alguns entusiastas locais.

No Paraguai, um deputado até compartilhou recentemente que o país poderia ser o próximo, e prometeu apresentar em julho próximo um projeto de lei. Em sua ideia, até a energia gerada em Itaipu poderia ser aproveitada para minerar Bitcoin.

Paraguaio duvida que Bitcoin seja legalizado em seu país tão cedo

Joaquin Morinigo Fiorio é um fã do Bitcoin desde que conheceu as criptomoedas há alguns anos. Produzindo conteúdos no YouTube, Twitter e Instagram sobre o assunto, o jovem compartilhou nos últimos dias uma história sobre seu país e a moeda digital que pode ser preocupante para quem espera algum movimento no local.

Publicamente, o jovem paraguaio não acredita que o Bitcoin seja legalizado em seu país em breve. Em conversa com o Livecoins ele afirmou que se preocupa com o atual entusiasmo em torno das falas públicas do Deputado Carlitos Rejala, que ainda não apresentou nada ao público.

“Olha, estou preocupado porque tem muito HYPE e FOMO sobre as declarações do deputado Rejala. Quando não há nem rascunho que o público possa ler.”

Como nada foi apresentado ainda, Joaquin acabou se preocupando que as pessoas que esperam um grande movimento do Bitcoin no Paraguai possam ficar desapontadas.

“Acho que as pessoas já estão ficando excessivamente animadas quando ainda não há nada de concreto. Eu me preocupo de que se nada acontecer, as pessoas ficarão desapontadas”

“Porque preciso esperar algo do governo se tenho aplicações em DeFi para fazer?”

Joaquin, que também é conhecido como Cryptoboi no Paraguai, é um jovem que conheceu o Bitcoin aos seus 13 anos. Como era impedido de investir em outros instrumentos financeiros, ele buscou refúgio nas criptomoedas e não parou mais.

Hoje com 18 anos, o jovem paraguaio afirma que não espera mais investir no mercado tradicional, já que conheceu aplicações DeFi para investir, que considera mais segura e justa.

“Olha, comecei a investir em criptomoedas porque era menor de idade e não podia investir em nenhum instrumento financeiro no Paraguai porque não tinha 18 anos. Entrei totalmente no ecossistema cripto e a partir daí não parei mais, é uma viagem só de ida. Por que quero um investimento fixo se tenho DeFi? As criptomoedas vieram para ficar.”

Questionado por nossa equipe se ele acredita que um dia o Paraguai poderá legalizar o Bitcoin, o jovem acredita que sim, mas não saberia dizer quando, deixando claro que a proposta do Deputado Rejala ainda não o convence.

“Eu acredito que o Paraguai terá uma regulamentação sobre ativos digitais, como eles chamam, algum dia, mas eu não saberia dizer quando.”

Pelo Twitter o jovem afirmou que a baixa inflação paraguaia, o tempo de existência do Guarani como moeda e o lobby bancário anti-criptomoedas também poderiam ser grandes empecilhos.

Vale notar que nos últimos cinco anos a moeda paraguaia se valorizou frente ao real brasileiro, com cada Guarani paraguaio saindo de R$ 0,00053 para R$ 0,000073. Com uma inflação em 2020 de apenas 1,8% no ano, a realidade apresentada por Joaquin, jovem visionário do Paraguai, se mostra real.

“Em segundo lugar, o Paraguai tem a moeda Fiat mais estável da região e a mais antiga (está em vigor desde 1943) adicionada ao lobby bancário anti-cripto, que é ENORME.”

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

ETF 100% Ethereum estreia hoje na B3

Nesta quarta (04) foi lançado o ETF 100% Ethereum na B3, bolsa brasileira. O fundo foi desenvolvido pela gestora QR Asset Management, a mesma...

Dotz vai permitir que clientes troquem pontos por bitcoin

A Dotz, uma das principais gestoras de pontos de fidelidade do Brasil, com uma grande quantidade clientes, pode ser mais uma forma de aproximar...
Claudio Oliveira. "Rei do Bitcoin"

‘Rei do Bitcoin’ e mais oito pessoas são indiciadas por fraude bilionária

O "Rei do Bitcoin", Cláudio Oliveira, fundador do Bitcoin Banco, e mais oito pessoas foram indiciadas em seis crimes que causaram um prejuízo bilionário...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias