Polícia Civil deflagra operação contra esquema de criptomoedas em MG

Operação já identificou seis vítimas do caso e segue apurando.

Helicóptero da Polícia Civil de Minas Gerais voando
Helicóptero da Polícia Civil de Minas Gerais voando /Foto: Michel Nazar/PCMG

A polícia civil de Minas Gerais apura um golpe com criptomoedas que causou prejuízos a seis vítimas, chegando ao valor de R$ 2 milhões. Na última terça-feira (1), a PC-MG divulgou que na manhã do dia 25 de janeiro de 2022, uma operação foi deflagrada em Conselheiro Lafaiete. Essa cidade está a 99 quilômetros da capital Belo Horizonte.

No caso em questão, foram cumpridos mandados de busca e apreensão contra os principais suspeitos, acusados de cometer fraudes no mercado de investimentos.

Polícia Civil de Minas Gerais em operação contra golpe de criptomoedas
Polícia Civil de Minas Gerais em operação contra golpe de criptomoedas /Divulgação

Polícia Civil cumpre mandados contra golpe de criptomoedas e mercado de ações

Pelo menos seis vítimas de Conselheiro Lafaiete foram identificadas em um golpe no mercado de investimentos. Uma operação cumpriu mandados de busca e apreensão contra suspeitos da fraude, que podem ter causado um prejuízo de mais de R$ 2 milhões.

Quem cuida dessa investigação e é responsável pelo caso é Marcus Vinícius Vieira, que disse que as investigações apontam dois suspeitos. Um deles tem 33 anos e o outro 34, que atraíam as vítimas para investimentos que teriam promessas de rendimentos superiores aos praticados pelo mercado financeiro.

Segundo o delegado, o golpe apurado pela polícia envolve aplicações no mercado de ações, criptomoedas e outros.

“Eles indicavam que os valores investidos seriam aplicados no mercado de ações, criptomoedas e outros, sempre garantindo a liquidez do investimento do próprio capital investido. Isso acabou levando algumas vítimas ao prejuízo integral das quantias entregues aos investigados”.

Polícia Civil de Minas Gerais em operação contra golpe de criptomoedas e dois suspeitos
Polícia Civil de Minas Gerais em operação contra golpe de criptomoedas e dois suspeitos /Divulgação

Não há informações de presos na operação divulgada pela polícia neste momento das operações, que seguem acontecendo.

Investigação continua e polícia pede que população ajude a identificar mais vítimas para ajudar a elucidar o caso

Após a primeira fase dessa operação, a polícia civil espera concluir as investigações com as vítimas identificadas já nos próximos dias.

Contudo, é possível que esse golpe tenha alcançado mais vítimas, que podem estar em prejuízo mais ainda não procuraram as autoridades. Dessa forma, a PC-MG pede que as vítimas procurem a autoridade policial para registrar boletim de ocorrência, para que mais providências sejam tomadas.

O nome da empresa e dos suspeitos do esquema não foram divulgados ao Livecoins pelo 13.° Departamento de Polícia Civil de Minas Gerais.

Vale o destaque que as pirâmides financeiras e esquemas ponzi se multiplicaram no Brasil nos últimos anos, acompanhando a alta do Bitcoin no mercado. Com isso, investidores devem ficar atentos para promessas de lucros fáceis e rápidos no mercado, principais características desses golpes.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias