Polícia descobre mineração ilegal de Bitcoin dentro do próprio quartel

O quartel da polícia não é o lugar mais estranho que a mineração ilegal de criptomoedas já foi encontrado.

Siga no
Bitcoin cryptocurrency mining farm

A polícia de diversos países continua de olho nas atividades ilegais de mineração que utilizam energia roubada para obter lucros com criptomoedas. Um caso inusitado aconteceu na Polônia quando a polícia descobriu uma operação de mineração de criptomoedas ilegal dentro do próprio quartel. 

De acordo com o site ABC News, o porta-voz da polícia polonesa, Mariusz Ciarka, falou para a estação de TV local TVN24 que um funcionário tentou roubar eletricidade do Quartel de Polícia em Varsóvia para minerar Bitcoin. 

Ciarka fez questão de esclarecer que o funcionário é um civil e não um oficial de polícia.

O porta-voz não falou quando o crime aconteceu ou quando a prisão ocorreu, mas falou que a situação foi descoberta bem rápido. Ciarka também enfatizou que em nenhum momento o suspeito teve acesso a qualquer sistema ou base de dados da polícia, comprometendo apenas a rede de energia.

Demitido

De acordo com a TVN24, o funcionário foi demitido e a investigação ainda continua para tentar determinar a extensão da atividade ilegal. A notícia aponta que uma segunda pessoa está sendo investigada e também foi demitida durante a ação.

Ao contrário da China e a sua recente perseguição aos mineradores, a Polônia não tem uma postura muito negativa em relação a mineração de ativos digitais. No entanto, tal como qualquer gato realizado na rede de energia, a mineração utilizando energia roubada é crime em qualquer país e é uma atividade relativamente comum.

O quartel da polícia não é o lugar mais estranho que a mineração ilegal de criptomoedas já foi encontrado. No ano passado, quando a China ainda estava mais aberta à mineração de criptomoedas, uma fazenda de mineração ilegal foi encontrada dentro de um cemitério, utilizando tuneis para esconder os equipamentos que roubavam energia pública.

Mas essa não é uma exclusividade do criptomercado, o roubo de energia é bem comum para fins domésticos e até mesmo outros tipos de atividades peculiares.

Recentemente 3.800 PlayStations 4 foram encontrados na Ucrânia em uma fazenda de mineração, que inicialmente foi dado como para a mineração de criptomoedas, mas depois foi confirmando como sendo uma fazenda de bots do jogo FIFA para ganhar cartas e itens do jogo.

Infelizmente essas atividades sempre existiram e continuaram existindo, mas não é algo diretamente ligado ao criptomercado e, portanto, não torna os ativos digitais um vilão nesse quesito.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.
Praia do Forte em Cabo Frio pirâmide com Bitcoin

Eagle Eyes, empresa do “Pastor do Bitcoin” em Cabo Frio suspende saques

A empresa Eagle Eyes, que operava com sede na cidade de Cabo Frio (RJ), é mais uma possível pirâmide usando a imagem das criptomoedas...

Segunda maior pool de Ethereum encerra atividades devido a restrições na China

A SparkPool, segunda maior pool de mineração de Ethereum, anunciou que encerrará suas atividades no dia 30 deste mês. Hoje a pool é responsável...

Empreendedores vs investidores, quem ganhou mais dinheiro com criptomoedas?

Qual será a melhor estratégia para ganhar dinheiro, investir direto em criptomoedas ou empreender em setores essenciais relacionados a elas? Neste artigo faremos um comparativo...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias