Políticos não deveriam comprar Bitcoin porque têm informações privilegiadas, diz deputada americana

A deputada americana Alexandria Ocasio-Cortez, também conhecida pelas suas iniciais, AOC, respondeu a perguntas em seu Instagram nessa semana. Como destaque, afirmou que não investe em Bitcoin porque possui informações confidenciais sobre o mercado.

Indo além, também destacou que a decisão permite que ela continue imparcial sobre a elaboração de novas políticas. Democrata, AOC faz parte do Comitê de Serviços Financeiros, que supervisiona diversos setores.

Por outro lado, alguns políticos americanos não têm tanto cuidado sobre esses aspectos. O maior exemplo talvez seja Donald Trump, que além de lançar coleções de NFTs, também acumula Ethereum (ETH) em suas carteiras. A lista se estender para outros nomes como Robert F. Kennedy Jr, que já deu bitcoins a seus filhos, e Francis Suarez, que recebe seu salário de prefeito em BTC.

Alexandria Ocasio-Cortez quer se manter neutra sobre Bitcoin e criptomoedas

Enquanto aguardava por seu voo em um aeroporto, a deputada democrata Alexandria Ocasio-Cortez fez uma sessão de perguntas e respostas com seus seguidores. Conforme o Bitcoin é um dos principais assuntos do mundo, um deles logo perguntou se AOC investia em BTC.

Como resposta, a deputada afirmou que não. No entanto, não mostrou ser contra investimentos em Bitcoin ao apontar que a decisão foi tomada para não atrapalhar seu trabalho político.

“Como temos informações sensíveis e sobre políticas futuras, não acredito que os membros do Congresso deveriam ter/negociar ações”, respondeu AOC. “Optei por não manter nenhum [investimento] para continuar imparcial sobre a elaboração de políticas. Também estendo isso a ativos e moedas digitais (especialmente porque estou no Comitê de Serviços Financeiros).”

“Então a resposta é não, pois quero fazer meu trabalho da forma mais ética e imparcial possível.”

Deputada americana Alexandria Ocasio-Cortez (AOC) responde se investe em Bitcoin. Reprodução.
Deputada americana Alexandria Ocasio-Cortez (AOC) responde se investe em Bitcoin. Reprodução.

Segundo o site Capitol Trades, 10 políticos americanos investem em criptomoedas nos últimos 3 anos. Além de famosas como Bitcoin, Ethereum, Cardano e Solana, também aparecem projetos mais sombrios como Let’s Go Brandon.

Dez políticos americanos negociaram criptomoedas nos últimos 3 anos. Fonte: Capitol Trades.
Dez políticos americanos negociaram criptomoedas nos últimos 3 anos. Fonte: Capitol Trades.

AOC não é grande fã das criptomoedas

Embora o Bitcoin tenha se tornado um dos principais assuntos dos EUA após a aprovação de 10 ETFs neste mês, a deputada americana Alexandria Ocasio-Cortez já conhece o tema há um bom tempo. Ainda em 2017, já falava sobre a regulamentação do setor.

Já em 2022, voltou a tocar no assunto enquanto criticava bilionários das criptomoedas e sonegadores de impostos.

“Vibrações da neocolônia imperialista de 2022: quando meus primos podem ser convocados para a guerra por um governo em que eles nem têm o direito de votar e lhes nega benefícios, mas esse mesmo governo pode explorar suas terras em um paraíso fiscal para cripto bilionários e sonegadores fiscais”, disse AOC em 2022.

Por fim, conforme 580 milhões de pessoas investem em criptomoedas no mundo, é natural que políticos também precisem estudar e falar sobre o tema. Indo além, as CBDCs (moedas digitais de bancos centrais) também já estão sendo discutidas por candidatos americanos, como no caso de Donald Trump, que afirmou ser contra a criação do dólar digital.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias