Por causa de risco de inexistência de bens, justiça bloqueia ativos financeiros da Unick

Siga no

A Justiça determinou o bloqueio de parte dos ativos financeiros da Unick Forex, empresa apontada pela Polícia Federal como uma pirâmide financeira. O pedido foi feito por uma cliente que investiu quase R$ 26 mil no negócio, sendo que parte desse valor teria sido entregue à S.A Capital, companhia que seria a garantidora Unick.

A decisão é da semana passada, mas foi publicada na segunda-feira (11) no Diário de Justiça de São Paulo. A juíza Adriane Bandeira Pereira, responsável pelo caso, informou no documento que aceitou o pedido de bloqueio por causa do “risco de inexistência de bens” da Unick e da S.A Capital para “garantia futura da execução”.

“E, no caso dos autos, a probabilidade do direito dos autores está evidenciada pelos documentos de fls. 25/26, os quais demonstram o pagamento de R$ 12.946,00 à S.A Capital, que, segundo informações de seu site, possui relação contratual coma ré. O perigo de dano consubstancia-se no risco de inexistência de bens para garantia futura execução.”

Para sustentar a decisão, a magistrada também citou os alertas feitos pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários) sobre a atuação irregular da Unick Forex e o processo administrativo sancionador aberto pela autarquia para investigar a empresa. No processo, a CVM afirmou que as promessas feitas pela Unick de altos lucros garantidos apontariam fortemente indícios de uma estrutura de pirâmide financeira.

“Desse modo, diante da intenção de continuidade de oferta e de todo o imbróglio envolvendo possível irregularidade da ré, há risco de exaurimento de valores aplicados no empreendimento. Assim, porque presentes os requisitos legais, DEFIRO EM PARTE a tutela para determinar o bloqueio de valores da quantia depositada pelos autores (R$ 25.892,00) pelo sistema Bacenjud”

No processo, a cliente da Unick Forex também solicitou o bloqueio de R$ 10 mil para pagamento de danos morais. A juíza negou e deixou a análise desse pedido específico para o final do processo.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Lucas Gabriel Marins
Jornalista desde 2010. Escreve para Livecoins e UOL. Já foi repórter da Gazeta do Povo e da Agência Estadual de Notícias (AEN).
Universidad Americana Imagem: Divulgação

Universidade privada do Paraguai vai aceitar pagamentos em Bitcoin e Ethereum

A Universidade Americana do Paraguai vai começar aceitar pagamentos em criptomoedas a partir de agosto, os alunos poderão pagar por cursos e graduação com...
Mulher usa ATM do Santander no Reino Unido

Santander testa ferramenta para rastrear criptomoedas

O Santander quer entender como os seus clientes usam as criptomoedas em simultâneo as contas correntes. Para isso, o banco testou uma ferramenta da...
john mcaffe

Suicídio de John McAfee em prisão na Espanha levanta suspeitas

John McAfee, fundador da empresa de tecnologia McAfee, foi encontrado morto na tarde de hoje (23) na cadeia espanhola de Brians 2, localizada em...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias