Presidente da SEC explica por que quer destruir as criptomoedas

Participando de uma conversa na CNBC nesta terça-feira (6), Gary Gensler, presidente da SEC, comentou sobre os dois processos contra as corretoras Binance e Coinbase, apontando que o mercado já está saturado de criptomoedas.

Após processar as duas maiores corretoras de criptomoedas do mundo, Binance e Coinbase, Gary Gensler, presidente da CVM dos EUA, afirmou que o mundo não precisa de mais moedas digitais.

Como exemplo, o presidente da SEC afirmou que tanto o dólar quanto euro e iene japonês já são digitais. Indo além, também apontou que existem milhares de criptomoedas no mercado, muitas sem casos de uso claros.

No processo contra a Binance a SEC identificou 12 criptomoedas como valores mobiliários. Já no processo contra a Coinbase foram 13, repetindo algumas entre os dois casos.

Gary Gensler acredita que o mundo já tenha as moedas digitais que precisa

Participando de uma conversa na CNBC nesta terça-feira (6), Gary Gensler, presidente da SEC, comentou sobre os dois processos contra as corretoras Binance e Coinbase, apontando que o mercado já está saturado de criptomoedas.

“Existem 10 a 20 mil tokens”, comentou Gensler. “Sabemos que você pode negociar 16.000 tokens na carteira da Coinbase e a há muito debate sobre seus casos de uso.”

“Não precisamos de mais moedas digitais, já temos moeda digital. É chamado de dólar americano. É chamado de euro ou iene, eles são todos digitais agora. Já temos investimentos digitais.”

Ou seja, é difícil acreditar que a SEC tenha orçamento para avaliar todas essas criptomoedas, separando-as por commodities ou securities.

Nos processos desta semana, muitos projetos analisados foram gigantes. Como exemplo, Binance Coin (BNB), Cardano (ADA), Solana (SOL) e Polygon (MATIC) são quatro das dez maiores criptomoedas do mercado.

Finalizando, Gensler aponta que existem muitas empresas levantando capital através de criptomoedas próprias, mas que isso não está certo. Ou seja, esses empreendedores deveriam seguir as regras existentes.

Presidente da SEC também falou sobre as corretoras

Enquanto um painel mostrava as ações da Coinbase e a criptomoeda da Binance em queda ao seu lado, Gary Gensler também comentou sobre o processo sobre as duas corretoras de criptomoedas.

Questionado sobre qual processo era mais importante, o presidente da SEC desconversou. No entanto, conduziu críticas a indústria.

“Essas plataformas de negociação, elas se autodenominam exchanges, estão combinando uma série de funções. Nas finanças tradicionais, não vemos a Bolsa de Valores de Nova York também operando um mercado de criação de fundos de hedge.”

Seguindo, Gensler cita as acusações sobre a Binance, notando que a corretora de Changpeng Zhao praticava wash trading e tinha pouco controle sobre sua própria plataforma. “É uma teia de enganação e conflitos”, comentou.

Por fim, reguladores estão pressionando o mercado de criptomoedas desde a falência da FTX. Além da Binance e Coinbase, a SEC também já processou outras como Kraken em fevereiro e Bittrex em abril deste ano.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias