Projeto apoiado por Vitalik Buterin não enviou criptomoedas para Governo da Ucrânia

Governo da Ucrânia chegou a criar endereços de criptomoedas para receber doações para lutar contra invasão russa, mas DAO prometia ser uma ponte segura.

O Ukraine DAO, que chegou a contar com apoio de Vitalik Buterin em 2022, não repassou as criptomoedas recebidas para o Governo da Ucrânia, que enfrenta a invasão russa e chegou a captar recursos em moedas digitais descentralizadas.

Desde que a Rússia invadiu a Ucrânia, em fevereiro de 2022, o país enfrenta uma guerra e crise humanitária, visto que muitas residências sofrem com os constantes bombardeios.

Com a terra arrasada, o governo ucraniano busca ajuda no exterior, e um DAO de criptomoedas pretendia se tornar a ponte. Contudo, investigações recentes, inclusive junto ao governo do presidente Volodymyr Zelensky, nega o recebimento das moedas.

Projeto que deveria enviar criptomoedas para Ucrânia pode ter evitado o compromisso e aplicado golpe

De acordo com revelações recentes publicadas pelo Kyiv Post, o Ukraine DAO está sendo investigado por um possível golpe contra o Governo da Ucrânia.

O DAO que chamou atenção em 2022 e até recebeu apoio de grandes figuras, como Vitalik Buterin, cofundador do Ethereum, dizia que sua missão era a de angariar fundos para ajudar não só o Governo da Ucrânia, mas também instituições e pessoas do país.

Durante a captação de recursos, o DAO alegava contar com o apoio até de um Ministro da Ucrânia, que negou qualquer envolvimento com a instituição suspeita.

Procurado, Leo Radvinsky, dono do OnlyFans e um dos maiores doadores para o DAO, o empresário bilionário disse que não conhece as pessoas que cuidam do projeto, e que achava que a causa era legítima.

Parte dos fundos desviados serviram para pagar os líderes do DAO, embora no projeto inicial não houvesse qualquer previsão neste sentido. Além disso, transações chegaram a carteiras da Coinbase e da finada FTX, não estando claro se algum valor de fato chegou para ucranianos.

Criptomoeda do DAO despenca no mercado em meio a polêmicas

A criptomoeda do projeto, a LOVE, movimentou mais de 20 milhões de dólares, mas nenhum valor chegou para a ajuda humanitária como prometido.

Para piorar a situação, com as revelações do possível golpe do DAO, o preço da criptomoeda LOVE despenca 48% nos últimos 14 dias, de acordo com o CoinGecko.

No acumulado do último ano, a queda da criptomoeda associada ao suspeito projeto perde mais de 80% de valor em relação ao Dólar, custando apenas US$ 0,07 hoje.

Criptomoeda UkraineDAO Flag NFT, a LOVE, despenca 81% em 1 ano
Criptomoeda UkraineDAO Flag NFT, a LOVE, despenca 81% em 1 ano. Reprodução.

Ucrânia recebeu doações diretamente

Desde que a invasão russa começou, o Governo da Ucrânia mostrou um rápido entendimento sobre o assunto das criptomoedas.

Além de criar endereços de bitcoin e outras criptomoedas para aceitar doações, o presidente Volodymyr Zelensky assinou uma lei que legaliza as criptomoedas na Ucrânia. Ou seja, no país invadido, ter criptomoedas e realizar pagamentos com a tecnologia está liberado para todos.

Vale lembrar que com as invasões, a internet ucraniana chegou a cair e os satélites enviados por Elon Musk ajudaram o país a conseguir sua cobertura de volta.

Ainda em guerra, não está claro se a Ucrânia pretende investigar o caso do DAO, mas investigações da imprensa jogam luz a um possível golpe contra um governo.

💰 $100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias