- Anúncio -
Início Bitcoin Rumor: China pode liberar Bitcoin e Binance abrirá escritório em Pequim

Rumor: China pode liberar Bitcoin e Binance abrirá escritório em Pequim

Se confirmado o rumor, a moeda digital pode valorizar expressivamente

China e Bitcoin
China Bitcoin

A China, país que recentemente anunciou que quer liderar as iniciativas Blockchain, poderia liberar as corretoras de Bitcoin do país.

- Anúncio -

O rumor circula no twitter com uma possível foto do que seria uma “licença para trading de criptomoedas” emitida pelo PBOC (Banco Popular da China). Desta forma, segundo o rumor, a China estaria indo contra um movimento que realizou em 2017, bloqueando todas as exchanges do país. A medida ainda, tornou a China impopular entre toda a comunidade de criptomoedas.

O tweet abaixo mostra a suposta licença com permissão para exchanges negociarem criptomoedas:

Ainda segundo o tweet, a fonte do fato seria o site Tianyancha.com, uma grande empresa de tecnologia de dados com um vasto repositório de informações corporativas chinesas. 

Porém ao tentar visitar o site, encontramos um bloqueio na página, que provavelmente seja bloqueio de acesso estrangeiro, por restrição de localização.

DCEP, a moeda digital da China

Circulam rumores na cripto-esfera de que a China estaria lançando a sua criptomoeda, intitulada DCEP. Segundo ainda a fonte, o Banco Central da China deve testar primeiro a moeda digital com bancos comerciais selecionados.

Binance vai abrir escritório em Pequim

Parece que a Binance confirma parte do rumor, com a suposta abertura de um escritório em Pequim, isto de acordo com a Coindesk. Vale lembrar que há um ano atrás a Binance foi barrada de operar no país.

Assim, com o possível plano para criar sua própria moeda digital, este é um dos indicadores que aponta que a China revendo seus conceitos em relação a criptomoedas e Blockchain.

Binance DEX já movimentou um milhão na China

Segundo o fundador e CEO da Binance, conhecido como “CZ” (Changpeng Zhao), a Binance viu volumes de negociação na faixa de um milhão de dólares da China recentemente, em meio a uso da Binance DEX, na função P2P.