Agência Financeira russa diz que vai vigiar transações com Bitcoin

Agência não detalhou como vai identificar as transações com criptomoedas.

Siga no

A agência russa de supervisão financeira disse que vai monitorar de perto as transações com criptomoedas, especialmente aquelas que envolvem transações com a moeda nacional do país. O anúncio foi realizado em uma audiência nesta quarta-feira (24) no parlamento
oficial.

German Neglyad, vice-presidente da agência alemã de vigilância financeira, Rosfinmonitoring, falou sobre os mercados financeiros e o planejamento de colocar um código de banco separado para identificar as transações suspeitas.

Em entrevista divulgada pela agência de notícias Regnum, Neglyad explicou que, como não está claro como os cidadãos do país estão especificando as transações com criptomoedas, deverá existir um código de classificação para as transações.

“Os bancos já estão de olho no dinheiro que está entrando no país com a troca da moeda virtual para moeda nacional, eles calculam o valor e notificam a agência”, disse ele, sem especificar como os bancos identificam as transações com criptomoedas.

Na teoria, isso significa que qualquer transação que envolva criptomoedas e uma conta em um banco será identificada e marcada como tal, mas a agência não especificou como os bancos saberão disso.

“Além disso, desde outubro deste ano, estamos introduzindo um código separado, distinguindo um grupo separado dessas transações suspeitas, ou seja, para orientar ainda mais as instituições financeiras tradicionais para esse ‘problema’”.

Sem citar nomes, Neglyad alegou que criminosos russos utilizam Bitcoin, Ethereum e Monero para o financiamento do terrorismo.

Rússia e Bitcoin

Esse quadro de a Rússia monitorar transações com criptomoedas já não é de hoje. Em agosto, a Rosfinmonitoring planejava devolver uma ferramenta própria para monitorar transações na blockchain. O programa supostamente identificaria os destinatários finais das transações com ativos digitais.

O presidente Vladimir Putin também pediu na semana passada o “fim das transações ilegais envolvendo criptomoedas”, fato esse que se comprova após uma serie de modificações nas leis sobre os ativos no país.

A Rússia tenta de todas as maneiras controlar as criptomoedas fazendo com que elas tenham status de tributável além de limitar compras no varejo.

Funcionários públicos russos foram expressamente proibidos de possuírem criptomoedas e obrigados divulgar qualquer posse em ativos digitais, ordem esta dada pelo próprio presidente. Pouco tempo depois o Ministério do Trabalho proibiu a categoria de possuir a criptomoeda.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Emanuele Martins
Emanuele Martins
Jornalista formada pela Universidade Positivo, pós graduada em Segurança Pública e mestranda em Educação e Novas Tecnologias. Já trabalhou como repórter nos veículos Gazeta do Povo, Tribuna do Paraná e emissora Pai Eterno.

Próxima queda do mercado cripto será brutal, alerta “Cobra”, dono do bitcoin.org

O mercado de criptomoedas é cheio de altos e baixos, ao longo de 12 anos os investidores viram períodos de altas constantes, chamados de...

O ouro físico está perdendo espaço para o ouro digital

Nos últimos dias, Neel Kashkari, presidente do banco central americano, disse que não ficaria surpreso se a taxa de inflação nos Estados Unidos subissem...

Repressão global às criptomoedas pode estar chegando, alerta CEO da Kraken

Recentemente o Bitcoin e várias outras criptomoedas tiveram uma alta surpreendente, com muitas alcançando novas máximas históricas (como é o caso do Bitcoin e...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias