Rússia pode usar bitcoin para salvar sua economia

O presidente do Comitê de Energia de Duma, Pavel Zavalny, sugeriu que países como China e Turquia poderiam realizar transações internacionais em yuan ou lira, respectivamente, para amenizar o quanto o Rublo russo perdeu valor.

Bandeira da Rússia e símbolo da criptomoeda Bitcoin.
Bandeira da Rússia e símbolo da criptomoeda Bitcoin.

Em meio à recente alta do Bitcoin, com a moeda dando sinais de que a alta pode continuar, muitos estão de olho no movimento do mercado e global em relação ao criptomercado. Com o conflito da Ucrânia e Rússia, essa atenção fica ainda maior.

Moscou e outros governos aliados podem até mesmo estar considerando o uso de criptomoedas para transações de negociação de gás natural, algo que deixou o mercado com mais força. 

Com isso, há a esperança por parte do governo russo que o bitcoin possa ser usado como uma forma de driblar as sanções do país e ajudar que a economia do país pare de colapsar catastroficamente, como vem acontecendo nas últimas semanas.

O presidente do Comitê de Energia de Duma, Pavel Zavalny, sugeriu que países como China e Turquia poderiam realizar transações internacionais em yuan ou lira, respectivamente, para amenizar o quanto o Rublo russo perdeu valor.

“Há muito tempo estamos propondo à China que mude para liquidações em moedas nacionais por rublos e yuans”, disse Zavalny. “ Mas também podemos negociar Bitcoin.”

Zavalny sugere que, alternativamente, o governo e seus aliados poderiam focar em negociações com Bitcoin, um ativo que não é emitido por nenhum país, apoiado apenas pela confiança da comunidade entusiasta de criptomoedas.

Por ser completamente livre de qualquer associação a um governo o Bitcoin pode ajudar a Rússia a reduzir sua dependência de dólares e euros emitidos por estados contra a administração de Putin, como os EUA e à União Europeia e, no processo, contornar as sanções impostas a ela.

Adoção do Bitcoin não garante o fim das sanções

A simples mudança para Bitcoin ou qualquer outra criptomoeda não isenta as entidades sujeitas às sanções existentes de outros países do risco de sanções secundárias.

Isso talvez é uma das razões pelas quais Zavalny sugeriu que a oferta só poderia ser aberta aos países que não estão participando das medidas econômicas de retaliação contra a Rússia.

De acordo com um porta-voz da Comissão Europeia que deu entrevista à Fortune, ao ser convertida em moedas fiduciárias, as criptomoedas podem ser consideradas parte das regras comuns de lavagem de dinheiro.

“Se e quando um grande número de criptoativos for convertido em moedas fiduciárias e vice-versa, essas transações se enquadrarão nas regras usuais de combate à lavagem de dinheiro.”, disse o porta-voz

Além disso, se a Rússia adotar as criptomoedas para isso, com certeza teremos uma longa cruzada de diferentes autoridades contra o Bitcoin por aqueles que colocam as sanções, como já vemos sinais de que está acontecendo. 

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Últimas notícias