Segunda maior pool de Ethereum encerra atividades devido a restrições na China

Este é mais um efeito da proibição do Bitcoin, altcoins e stablecoins na China. Embora o país já tenha banido as criptomoedas várias vezes, desta vez o banimento parece ser mais sério.

Siga no

A SparkPool, segunda maior pool de mineração de Ethereum, anunciou que encerrará suas atividades no dia 30 deste mês. Hoje a pool é responsável por 16,6% do hashrate da rede, atrás apenas da Ethermine, que conta com 24,4%.

Seu encerramento acontece em simultâneo com o banimento de usuários chinesas pela F2Pool, maior pool de mineração de BTC e também pela proibição de vendas de equipamentos de mineração no Alibaba.

Além da proibição das criptomoedas, outro ponto ligado a mineração na China é a sua atual crise de energia que está desacelerando a sua indústria em geral por conta de blecautes.

SparkPool encerra suas atividades

Em comunicado na página inicial de seu site oficial, a SparkPool anunciou que estará encerrando as atividades no dia 30 de setembro de 2021 às 12:00 UTC.

Aviso de encerramento de atividades da SparkPool. Fonte: SparkPool.com
Aviso de encerramento de atividades da SparkPool. Fonte: SparkPool.com

Os usuários que tenham fundos poderão requisitar saques com valor superior a 0,000105 ETH para transações on-chain. Bem como poderão usar a alternativa HECO para saques de um saldo mínimo de 0,00001 ETH.

Os saques estão disponíveis até dia 15 de outubro.

Este é mais um efeito da proibição do Bitcoin, altcoins e stablecoins na China. Embora o país já tenha banido as criptomoedas várias vezes, desta vez o banimento parece ser mais sério.

Crise energética na China

A China vem sofrendo com uma escassez de carvão, principal meio de produção de energia do país, preocupando autoridades por conta de blecautes, que já estão acontecendo, e podem deixar vários setores da indústria sem energia e até mesmo sem água.

Como a mineração de criptomoedas consome muita energia, este está sendo o setor mais perseguido pelo governo. Segundo nota de órgãos da China, a atividade de mineração está ameaçando a segurança nacional.

Além da crise no setor imobiliário, esta nova crise pode fazer com que o país entre em recesso, precisando desacelerar vários campos do país. O tamanho da crise é tão grande que algumas empresas já estão trabalhando menos dias por semana.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Há mais de 5 anos trabalhando com criptomoedas, hoje escrevo artigos e notícias para o Livecoins.
Líder da Gas Consultoria Bitcoin em pronunciamento

“Faraó dos Bitcoins” continua preso após audiência de habeas corpus ser adiada

Glaidson Acácio dos Santos, o "Faraó dos Bitcoins", continua preso e seu pedido de habeas corpus será analisado apenas na próxima semana. Os clientes mais...
TradingView

TradingView: Mercado animado após lançamento do ETF de Bitcoin

EFT de Futuros BITO animou o mercado nessa terça-feira, empurrando o bitcoin até os 65mil dólares. Quanto tempo pode durar esse otimismo? Confira os...

Facebook não pode gerenciar criptomoedas, diz Senado americano

No mesmo dia do lançamento de sua carteira da Novi, carteira digital do Facebook, cinco senadores dos EUA escreveram uma carta para Mark Zuckerberg,...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias