Steemit censura usuário do caso hacker 11/09

Rede social incensurável: sim ou não?

Siga no

Uma polêmica atingiu a rede social Steemit no último dia 07 de janeiro, que deixou a comunidade cripto revoltada com o caso.

Um grupo hacker anunciou a poucos dias que iria revelar a verdade sobre o 11/09 e os atentados sofridos pelos EUA na data, a menos que recebessem Bitcoin como pagamento. O fato foi noticiado no Livecoins no último dia 02 de janeiro.

Porém, ao ganhar as notícias mundiais e também as manchetes dentro do Steemit, o grupo hacker Dark Overlord viu suas mensagens no pastebin serem apagadas, e também perfis de redes sociais. Um deles, o da Steemit.

No Reddit, a postagem feita e o usuário do grupo também foram excluídas pelos administradores da rede social. O Twitter também foi acionado pelo governo dos EUA para banir o grupo de suas dependências.

Fonte: https://cryptoslate.com/steemit-censoring-users-immutable-blockchain-social-media/

A rede social Steemit é uma das escolhas da comunidade cripto que quer sair dos ambientes de extrema vigilância e censura como Twitter e Facebook, além de utilizar a blockchain para salvar os textos dos usuários de forma definitiva, e possuir a altcoin Steem para transações.

O grupo, “inocentemente” havia postado no pastebin que iria aderir às postagens na rede Steemit após problemas com outras plataformas, pois, com o caráter descentralizado e utilizando a blockchain evitariam a censura sobre seus conteúdos.

Fonte: https://cryptoslate.com/steemit-censoring-users-immutable-blockchain-social-media/

O detalhe que nem os hackers esperavam, é que no dia 07 de janeiro seu perfil thedarkoverlord seria banido da rede, fato consumado pelo outro user jredbeard, e que ocorreu devido a violações do Termo de Uso. O usuário banido já foi inserido em uma lista dos banidos da Steemit.

A rede social foi então atacada pela comunidade cripto mundial, que até então confiava que o ambiente era “privado”, chegando a ser chamada de “porcaria” de rede e a Steem de shitcoin por usuários do Reddit.

Dentro da própria rede social os usuários atacaram a censura, e em um post do perfil the-bitcoin-dood, o mesmo deixou claro que a rede “está tocando em um ponto dolorido”.

O que mais choca a comunidade mundial com este fato, é que no whitepaper do projeto ficou claro que a rede deveria ser descentralizada, e que não existiria uma entidade para censurar conteúdos dos detentores da Steem.

Outro trecho do whitepaper é justamente o combustível da polêmica, pois, fala que “A liberdade de expressão é a base de todas as outras liberdades e qualquer infração à liberdade de expressão enfraquece os únicos meios pacíficos de chegar a um consenso: a discussão”.

O grupo hacker, sem considerar se estava certo ou errado em suas ações, pode ter saído desta como vítima, pois, para uma rede social que se propunha a ser livre, a Steemit criou uma discussão que está longe do fim.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Ouro digital Bitcoin

3 países possuem bitcoin como reserva

Segundo o site Bitcoin Treasuries, atualmente 3 países possuem bitcoin como reserva de valor: El Salvador, Ucrânia e Georgia. A Ucrânia lidera a lista,...

El Salvador prepara construção de parque chamado Bitcoin Beach

El Salvador deverá mais uma vez inovar com a construção de um parque de ondas, que será batizado como Bitcoin Beach. Para quem não...

Cidade vai dar R$ 55 mil em Bitcoin (e uma bicicleta) para atrair trabalhadores

A Northwest Arkansas Council (NWA), uma organização sem fins lucrativos, está oferecendo a profissionais e empreendedores de tecnologia, US$ 10.000 (cerca de 55 mil...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias