Economista faz terrorismo financeiro sobre El Salvador adotar Bitcoin, presidente retruca

O economista acredita que a decisão de adotar o bitcoin como moeda legal fará com que o país seja observado pelo Grupo de Ação Financeira Internacional (FATF).

Siga no
Imagem: ShutterStock
Imagem: ShutterStock

A agenda que o atual governo tem promovido ao adotar bitcoin como moeda de curso legal levará El Salvador ao caos monetário e ao colapso econômico, segundo o reconhecido economista americano Steve Hanke.

“Os mercados nos dizem que as tendências autoritárias de (Nayib) Bukele e as ideias selvagens sobre criptomoedas resultarão em caos monetário e colapso econômico. Para os Estados Unidos, isso significaria outra onda de imigrantes de um estado instável e falido da América Central.” – disse ele em artigo publicado na National Review.

El Salvador está pronto para implementar a Lei do Bitcoin a partir de 7 de setembro. O país latino-americano entrou para a história depois que o Congresso aprovou o Bitcoin como moeda com curso legal.

A decisão inédita foi recebida com críticas de organizações como FMI, Banco Mundial e várias outras agências de classificação de risco. O mais recente a fazer terrorismo financeiro é Steve Hanke, professor de economia aplicada na Universidade Johns Hopkins.

Ele criticou o presidente de El Salvador por continuar com seu plano da implementação do Bitcoin, alegando que o presidente está “brincando com fogo” que pode queimar El Salvador.

“O Banco Mundial e o FMI emitiram avisos, mas o presidente ignorou essas bandeiras vermelhas e segue em frente com sua Lei do Bitcoin maluca. Bukele está brincando com fogo e será queimado.”

Presidente de El Salvador retruca

O presidente de El Salvador, Nayib Bukele, respondeu ao tweet do economista e o chamou de “boomer” (“Tiozão”).

Bukele tem enfrentado muitas críticas de todo o mundo e também de dentro do país. O partido da oposição até entrou com uma ação para impedir a implementação da lei Bitcoin citando desequilíbrio econômico.

Além disso, diversas manifestações e protestos contra a lei estão acontecendo no país, com diversos grupos pedindo a revogação da lei que permitirá, a partir de setembro, o uso do bitcoin como moeda legal.

“O Bitcoin facilita a corrupção pública, as operações dos traficantes de drogas, o tráfico de armas e pessoas, extorsões e evasões de impostos. Também provocará um caos monetário, diminuirá salários, pensões e poupança das pessoas”, dizem eles.

Steve Hanke diz que enquanto o governo avança com suas propostas, os mercados recuam, e citou a recente degradação da dívida soberana de El Salvador pela agência Moody’s, bem como a queda no preço dos títulos, em especial, o título de 2035 que caiu para seu nível mais baixo em nove meses após a aprovação da Lei Bitcoin.

O economista também acredita que a decisão de adotar o bitcoin como moeda legal fará com que o país seja observado pelo Grupo de Ação Financeira Internacional (FATF).

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Lorena Almada
Estudante de Engenharia Eletromecânica. Apaixonada por Economia. Seguidora da Escola Austríaca. Entusiasta do Bitcoin, descentralização e liberdade.
Queda da Dogecoin DOGE despenca desvalorização brasileiro

Brasileiro perde R$ 2,6 milhões com queda da Dogecoin, mas ainda acredita na moeda

O brasileiro que mora nos Estados Unidos, Glauber Contessoto, perdeu R$ 2,6 milhões em Dogecoin com a recente queda da moeda no mercado. O fenômeno...
LNBTC

Usuário avisa empresas sobre falha em serviços de custódia da Lightning Network

Reckless Satoshi, um usuário do Reddit, fez uma postagem relatando que serviços de custódia que trabalham com a Lightning Network tinha um ponto de...
Ethereum. (Imagem: Adobe Stock)

Pânico? R$6,6 bilhões em Ethereum saíram das exchanges na semana passada, R$4,2 bi voltaram...

Na quarta-feira passada, dia 15 de setembro, cerca de 363.240 ETH foram sacados de exchanges centralizadas, ontem, no entanto, 258.050 ether voltaram para endereços...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias