Transcrição de áudios de usuários do Facebook abala reputação da Libra

Segurança de dados é primordial para que stablecoin sobreviva antes mesmo de ser lançada no mercado.

Siga no
Possível golpe promete faucet e airdrop de Libra, criptomoeda do Facebook
Possível golpe promete faucet e airdrop de Libra, criptomoeda do Facebook

O Facebook admitiu abertamente que áudios de usuários foram transcritos por terceiros. Em busca de testar ferramentas de monitoramento de áudios na rede social, a empresa admitiu a prática que pode ser considerada ilegal. A transcrição de áudios no Facebook pode afetar diretamente a reputação da Libra no mercado.

A privacidade e o gerenciamento de dados são partes importantes dos negócios envolvendo criptomoedas. Após o Facebook confirmar que confiou dados de usuários a empresas terceirizadas, algumas dúvidas sobre a Libra ganham força no mercado. Os dados de usuários da futura criptomoeda da rede social estarão seguros?

Facebook compartilha dados sensíveis sobre usuários

Áudios de usuários do Messenger foram transcritos por empresas terceirizadas. Contudo, a transcrição dos áudios não foram mencionadas pela rede social até então. Conforme reportou o Bloomberg, os áudios pertenciam a usuários que permitiram previamente a coleta de informações através do Facebook.

Para alguns usuários, a rede social cometeu violação de privacidade. Embora o Facebook não tenha compartilhado informações sobre a identificação dos áudios, a conduta da rede social pode ser reprovada também pelo mercado de criptomoedas.

O vazamento de informações e dados sobre o mercado de criptomoedas pode significar perdas irreparáveis. Informações sigilosas podem permitir o acesso a carteiras digitais e contas em exchanges, por exemplo. Somente em 2019 mais de ataques cibernéticos.

Rede social terá poder incomum sobre a criptomoeda

O Facebook pretende adotar uma stablecoin no mercado que seria utilizada globalmente. Dono de redes como o Instagram e o WhatsApp, não seria difícil para a empresa Alphabet popular a Libra. Mas, ao mesmo tempo que a rede social parece oferecer uma solução, a questão com a privacidade começa a preocupar.

Para o investidor anjo Marc Bevand, o poder que o Facebook exercerá sobre a Libra é preocupante. O especialista em negócios acredita que a empresa poderia decidir, junto com seus pares responsáveis pela Libra, sobre uma transação ser válida ou não.

“Se 10 dos 28 validadores iniciais concordarem em uma reunião a portas fechadas que eles querem rejeitar suas transações de Libra, eles têm o poder de fazê-lo”.

A Libra funcionará com 28 nós que já fazem parte de uma rede de grandes empresas que financiam o projeto da stablecoin. Sendo assim, estes nós serão responsáveis pela deliberação e aprovação de transações relacionadas à Libra.

Além disso, até mesmo a futura emissão da criptomoeda poderá contar com a decisão de grandes players no mercado, como Paypal, eBay, Visa, Mastercard e outros.

Bevand aponta para uma arbitrariedade do Facebook que poderia colocar em risco qualquer investimento em Libra. Assim como a rede social poderia fazer com sua futura criptomoeda, o Paypal pode congelar a conta de qualquer usuário que assim decidir.

“Hoje o Paypal pode unilateralmente congelar sua conta Paypal. Enquanto que a Libra você precisará de pelo menos ⅓ dos membros da Libra para conspirar e bloquear pagamentos”.

Esse poder de decisão pode refletir preocupações sobre o desenvolvimento do projeto Libra e sua abrangência no mercado de criptomoedas. Assim como o Facebook admitiu a transcrição de áudios, informações sobre a stablecoin poderia acabar na mão de empresas terceirizadas.

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".
Binance PIX

Corretoras brasileiras pedem ação da CVM, MPF e BC contra Binance

A Associação Brasileira de Criptoeconomia (ABCripto), que tem corretoras como a foxbit e Mercado Bitcoin, pediu que o MPF ajuíze uma ação civil pública...

Site sobre criptomoedas supera Bloomberg, Reuters e WSJ em visitas mensais

O maior agregador de preços de criptomoedas do mundo, o CoinMarketCap, realizou um marco histórico no mês de fevereiro: superou a marca de 100...
Comunistas + Bitcoin

Foice, martelo e… Bitcoin? Filósofo diz que criptomoeda é um renascimento do comunismo

O filósofo francês Mark Alizart lançou um livro onde afirma que o advento das criptomoedas e o protocolo Bitcoin são uma possível alavanca para se pensar em...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias

Site sobre criptomoedas supera Bloomberg, Reuters e WSJ em visitas mensais

O maior agregador de preços de criptomoedas do mundo, o CoinMarketCap, realizou um marco histórico no mês de fevereiro: superou a marca de 100...

Foice, martelo e… Bitcoin? Filósofo diz que criptomoeda é um renascimento do comunismo

O filósofo francês Mark Alizart lançou um livro onde afirma que o advento das criptomoedas e o protocolo Bitcoin são uma possível alavanca para se pensar em...

George Ball diz que Bitcoin é uma boa proteção contra inflação

O famoso investidor George Ball, CEO da Sanders Morris Harris, dise que o Bitcoin é uma boa proteção contra a inflação. Dessa forma, ele...

Domínio chinês em blockchain é um risco para os EUA, diz presidente da Câmara de Comércio Digital

Perianne Boring, a presidente da Câmara de Comércio Digital dos Estados Unidos destacou os motivos pelos quais acredita que os Estados Unidos precisam se...

CEO da Aave diz que “loucura do Yield Farming” está chegando ao fim

O CEO da Aave, Stani Kulechov, está preocupado com a falta de inovação dentro do setor de finanças descentralizadas (DeFi), citando a natureza de...